MENU

Odom ignora os desfalques dos EUA e garante: 'Estamos aqui para ganhar'

Odom ignora os desfalques dos EUA e garante: 'Estamos aqui para ganhar'

Atualizado: Sexta-feira, 23 Julho de 2010 as 11:19

Da campanha vitoriosa em Pequim, não sobrou ninguém. Os Estados Unidos vão para o Mundial da Turquia, em agosto, com uma equipe que mescla jovens talentos e veteranos de segundo escalão. Um desses jogadores experientes é Lamar Odom, que acaba de ganhar seu segundo título da NBA com o Los Angeles Lakers, onde cumpre papel de escudeiro de Kobe Bryant. Na seleção, o jogador de 30 anos não terá Kobe ao seu lado e precisará assumir um papel de liderança, principalmente fora da quadra. O ala da equipe americana conversou com o GLOBOESPORTE.COM e garantiu que, apesar dos desfalques, o objetivo é o mesmo: “Estamos aqui para ganhar”.

Mesmo sem os olímpicos, devemos esperar uma seleção americana pronta para ganhar o ouro na Turquia?

Nós estamos aqui para ganhar. Vamos jogar duro, jogar da maneira certa, jogar uns pelos outros, por nosso país e de acordo com o nosso potencial.

Outras seleções também terão desfalques, como a Espanha sem o seu companheiro de Lakers Pau Gasol e a Argentina sem Manu Ginóbili. Quem são os maiores concorrentes na luta pelo título?

Todas essas equipes são candidatas. Sei que Gasol e Ginóbili são grandes jogadores e representam muito bem seus países, mas eles fazem parte de grandes seleções. E todas essas seleções querem ganhar da gente. Todas têm caras que atuam na NBA. Estão fazendo a mesma coisa que nós estamos fazendo, ou seja, representar o país e ganhar a medalha de ouro. Não existe sensação melhor que esta.

Pela primeira vez o Brasil terá o elenco completo, incluindo todos os jogadores da NBA. Até onde acha que eles podem chegar?

O Brasil vai estar muito bem. A gente teve o exemplo agora na Copa do Mundo: todos os times que entram no torneio estão lá para vencer. O Brasil sabe o que é necessário para ganhar, e tenho certeza de que eles podem jogar em nível muito alto.

Você acaba de ganhar um título na NBA e agora assume um posto relevante para uma seleção sem astros como Kobe e LeBron. Como veterano, você será um dos líderes deste grupo. Como pretende desempenhar esse papel?

Vai ser importante. Meu papel vai ser tentar manter as coisas nos seus devidos lugares e a energia no nível certo. Quero fazer tudo de forma muito positiva. Mas este é um ótimo grupo de jogadores, então acho que não vamos ter nenhum problema.

veja também