MENU

Oitavo no Mundial, brasileiro quer final e sonha com pódio olímpico

Oitavo no Mundial, brasileiro quer final e sonha com pódio olímpico

Atualizado: Sábado, 10 Março de 2012 as 5:08

Gazeta

"Quero chegar e ir para a final e melhorar meu resultado", disse o saltador Fábio Gomes da Silva

O saltador com vara Fábio Gomes da Silva já está classificado para os Jogos Olímpicos de Londres-2012 e viaja à capital inglesa com um objetivo dividido em duas etapas. A primeira é se classificar à final da prova. A segunda, ao menos igualar a melhor marca de sua carreira para buscar uma inédita medalha.

Deixe sua mensagem e comente a notícia com outros torcedores

Em 2011, ele foi o oitavo colocado no Campeonato Mundial de atletismo de Daegu, com 5,65m, mas sua melhor marca é de 5,80m, estabelecida no início de 2011. Para subir ao pódio na capital inglesa, ele acredita que precisa repetir o salto mais alto que já deu em competições oficiais.

"A expectativa é grande, vai ser a segunda vez que vou para as Olimpíadas. Quero chegar e ir para a final e melhorar meu resultado", disse Fábio, que ficou fora da última fase em Pequim-2008. "Os favoritos saltam entre 5,80m e 5,90m, isso já é briga por medalhas dependendo de como você passa as tentativas", completou.

Leia mais: Ex-boleiro, saltador brasileiro é campeão indoor e mira Londres

O programa de preparação de Fábio Gomes até as Olimpíadas de Londres é a mesma adotada por Fabiana Murer, com um longo período de treinamentos e poucas competições. Até Londres, ele disputará dois Meetings Internacionais, em Fortaleza e Belém, no início de maio, o Troféu Brasil e duas etapas da Diamond League, em Roma e Oslo.

Após a sequência de competições, ele finaliza a preparação em Fórmia, na Itália, treinando com o ucraniano Vitaly Petrov, que auxilia o técnico brasileiro Elson Miranda na evolução do salto com vara brasileiro.

"É a primeira vez que eu treino tanto, a gente vê o pessoal competir e dá vontade. Mas como a gente está com bastante tempo, os treinos estão sendo bastante focados na técnica. Tem algumas coisas que a gente está melhorando", afirmou o saltador.


Continue lendo...

veja também