MENU

Operários protestam no Maracanã por melhores condições de trabalho

Operários protestam no Maracanã por melhores condições de trabalho

Atualizado: Quinta-feira, 18 Agosto de 2011 as 11:09

Operários do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Pesada intermunicipal do Rio de Janeiro (Sitraicp) fazem, na manhã desta quinta-feira, uma manifestação em frente ao portão 13 do Maracanã, na Zona Norte do Rio. O protesto, segundo o diretor do sindicato, Sérgio Luís Silva da Fonseca, tem 100% de adesão e acontece um dia depois que um funcionário se feriu durante as obras no estádio.

- São 2 mil funcionários parados. Nós estamos reividicando mudanças na convenção, como direito a um plano de saúde e aumento do vale-refeição, que hoje está em R$ 110 para R$ 300 por mês - explica Fonseca.

Pouco depois das 8hs da manhã, a comissão quer representa os operários entrou para uma reunião com representantes do Consórcio Maracanã Rio 2014. No encontro foram apresentadas as reivindicações numa tentativa de chegar a um acordo e por fim na paralisação.

Na quarta-feira, a Empresa de Obras Públicas do Estado do Rio de Janeiro (Emop) informou que as demandas estão sendo analisadas pelo consórcio executor das obras. A Emop ainda informou que acompanha a evolução das negociações para reinício dos trabalhos.

Segundo o presidente do Sindicato, Nilson Duarte, o funcionário ficou ferido quando foi cortar um barril com uma solda e houve uma explosão. Duarte contou que os trabalhadores possuem apenas um plano do sindicato, conveniado a 30 clínicas, mas que não tem atendimento de emergência.

A assessoria do Consórcio Maracanã Rio 2014 informou, por meio de nota na noite de quarta-feira, que o ajudante de produção Carlos Felipe da Silva Pereira sofreu acidente de trabalho e foi imediatamente atendido pela equipe médica, que está constantemente de plantão no empreendimento. Ele teve fratura no joelho. Após os primeiros socorros, foi encaminhado de ambulância para o hospital Souza Aguiar.

Segundo a Secretaria municipal de Saúde, o funcionário ferido foi levado para o Hospital Souza Aguiar e a vítima teve queimaduras e lesão na perna.            

veja também