MENU

Paixão vê preparadores físicos do Brasil como os melhores do mundo

Paixão vê preparadores físicos do Brasil como os melhores do mundo

Atualizado: Quarta-feira, 7 Dezembro de 2011 as 10:22

Paulo Paixão exalta os profissionais brasileiros em

preparação física (Foto: Eduardo Cecconi/Porto Alegre) A programação do Grêmio para 2012 já está sendo desenhada. O preparador físico Paulo Paixão confirmou que a equipe fará a pré-temporada em Bento Gonçalves entre os dias 6 a 15 de janeiro. A estreia no Gauchão será no dia 21, contra o Lajeadense. Tudo assim na correria.

Em contato com o GLOBOESPORTE.COM, Paixão mostrou certa preocupação com o pouco período de preparação. Considera que os preparadores físicos do Brasil precisam fazer milagre para adequar os elencos ao apertado calendário do futebol brasileiro. Por isso, podem ser considerados os “melhores do mundo”.

- No Brasil vai ser sempre assim, com espaço curto de tempo. Não temos gerência disso, mas faz parte. Por isso, os melhores do mundo estão aqui. Um clube como o Barcelona, por exemplo, tem 30 ou 40 dias de preparação – comenta Paixão.

Durante esses 10 dias na Serra gaúcha, dois amistosos deverão ser realizados, mas ainda não há adversário definido. Paixão vê pouco tempo para a equipe entrar no Gauchão de uma forma recomendada fisicamente e tecnicamente.

- Há troca de treinador e ainda essa sobrecarga negativa. É preciso aplicar um volume alto de trabalho e já começa a competição – opina.

Kleber recebe recomendações

Todos os jogadores do grupo recebem folga geral durante as férias, com exceção para os recém-contratados. Kleber, por exemplo, trabalhará entre os dias 15 e 23 em academia, em São Paulo, sob orientação do coordenador científico Luiz Cesar Martins. O objetivo é o de deixa-lo no mesmo nível dos demais atletas, já que ficou mais tempo sem atuar.

Mesmo sem orientações específicas, há preocupação no grupo durante as férias. Foi o que disse o volante Fernando, depois de participar de um jogo beneficente, nesta terça-feira, organizado por Marcelo Grohe.

- Procuro pelo menos me cuidar para não voltar frio. É muito importante que a gente não fique totalmente parado – opina Fernando.        

veja também