MENU

Palaia garante que continua no comando e vai buscar contratações

Palaia garante que continua no comando e vai buscar contratações

Atualizado: Sexta-feira, 26 Novembro de 2010 as 7:33

A situação política do Palmeiras deve esquentar nos próximos meses. Até as eleições para a presidência do clube, que acontecerão na metade de janeiro, situação e oposição continurão agindo nos bastidores e tentando se entender. Nesta quinta-feira, um dia após a eliminação do time da Copa Sul-Americana, Salvador Hugo Palaia, presidente interino, disse que continuará no comando do futebol. Mesmo com a volta nesta sexta-feira de Luiz Gonzaga Belluzzo, presidente eleito que havia pedido licença médica, Palaia garante que seguirá trabalhando ativamente.

- Sou presidente interino. Até amanhã, pelo menos. Pelo estatuto, o atual presidente, Luiz Gonzaga Belluzzo, deverá reassumir amanhã o cargo. Mas eu continuo no comando das coisas do Palmeiras, especialmente o futebol - afirmou Palaia, em entrevista à Rádio Globo.

Mesmo ciente de que o clube terá menos investidores sem a vaga na Libertadores de 2011, Palaia prometeu trazer reforços para a próxima temporada. Ele e Belluzzo devem conversar em breve com outros membros da administração atual para que haja um entendimento sobre quem a situação lançará como candidato à presidência. A intenção é ter um único nome, já que uma possível divisão poderia favorecer a chapa de oposição.

- Está na hora de o torcedor do Palmeiras sorrir novamente. Mas, como presidente, não vou medir esforços para montar uma equipe forte. Logo no meu início (na diretoria de futebol) eu trouxe grandes jogadores, fui atrás dos melhores. Não vou dizer que foi um fracasso a gestão do Belluzzo, ele fez um ótimo trabalho, mas tivemos vários problemas. Já estamos pensando em algumas contratações.

Palaia também lamentou a derrota para o Goiás, por 2 a 1, no Pacaembu, que eliminou o Palmeiras da Copa Sul-Americana.

- Infelizmente, nós palmeirenses temos nos acostumados a ver isso. Realmente eu não esperava esse resultado de ontem, foi uma surpresa para mim. O Palmeiras jogou muito bem no primeiro tempo, criou muitas chances. Mas como diz o ditado, quem não faz, toma. E foi o que aconteceu. O quer aconteceu ontem, para mim, considero um desastre - analisou o presidente.

Derrotado por Belluzzo nas últimas eleições, Roberto Frizzo comentou sobre a eliminação da Sul-Americana. O dirigente evitou criticar a atual diretoria, mas falou que a oposição confia que pode fazer mudançar visando a melhora do clube.

- Temos que continuar trabalhando. Os conselheiros farão o julgamento. Todo comitê é um microcosmos . É uma coisa muito pessoal, de cada um. Hoje acho que todo mundo está de luto - disse Frizzo, à Rádio Globo.

veja também