MENU

Palmeiras bate Santo André e fica em situação confortável na Copa do Brasil

Palmeiras bate Santo André e fica em situação confortável na Copa do Brasil

Atualizado: Quinta-feira, 14 Abril de 2011 as 8:18

Líder do Campeonato Paulista, o Palmeiras deu um importante passo para avançar também na Copa do Brasil. A equipe alviverde venceu o Santo André por 2 a 1, fora de casa, e ficou perto da vaga nas quartas-de-final. O gols da vitória do Verdão foram marcados por Kleber, que se inspirou no Dia Internacional do Beijo para comemorar - segundo ele, os beijinhos foram para os pais. Anderson, aos 43 da segunda etapa, diminui para o time da casa.

Com um gol do Gladiador em cada tempo, o Verdão dominou a partida e com forte marcação no sistema defensivo não deixou o Santo André criar muitas oportunidades. A vitória deixa o Palmeiras em situação confortável. No jogo da volta, no dia 21, no Pacaembu, o time alviverde pode perder por 1 a 0 que garante vaga na próxima fase, já que marcou duas vezes fora de casa. O time do ABC precisa vencer por dois gols de diferença ou por um, desde que marque no mínimo três vezes. Um novo 2 a 1, desta vez para o Santo André, leva a decisão para os pênaltis.

 

O jogo em Santo André foi marcado por um episódio inusitado. Uma bomba de gás lacrimogênio paralisou a partida por quase cinco minutos no início da segunda etapa e arrancou lágrimas de jogadores, comissão técnica e até do árbitro da partida. O incidente foi rapidamente contornado.

O Palmeiras volta a campo no domingo, pela última rodada do Campeonato Paulista. Com 41 pontos, a equipe enfrenta a Ponte Preta, fora de casa, e defende a liderança da competição.

Jogadores do Santo André sentem o efeito do gás de pimenta utilizado pela PM (Foto: Agência Estado)

  Valdivia e Kleber decidem

O Palmeiras começou melhor a primeira etapa. Mesmo atuando fora de casa, o time alviverde tomou a iniciativa e criou a primeira chance logo aos três minutos. Marcos Assunção cobrou falta de longe e Neneca espalmou para escanteio.

As melhores jogadas do Verdão saíam de chutes de fora da área, principalmente com Marcos Assunção. Isso até Valdivia ‘entrar’ no jogo. O meia chileno passou a ser a principal fonte de armação das jogadas.

E foi justamente em um lançamento do chileno, aos 20 minutos, que Kleber recebeu dentro da área e foi derrubado por Marcelo Godri. O árbitro marcou pênalti e deu cartão amarelo para o zagueiro do Santo André. Na cobrança, o Gladiador chutou com força, mas Neneca acertou o canto e fez a defesa. O problema é que o goleiro se atrapalhou no rebote, e Kleber foi mais rápido para abrir o placar. Na comemoração, o atacante mandou beijos.

- Mandei para o meu pai e para a minha mãe – afirmou o jogador.

Com o placar adverso, o Santo André tinha dificuldades para reagir. A equipe comandada por Sandro Gaúcho não conseguia se aproximar da área e arriscava de longe. Aos 35, Aloísio chutou forte, de fora da área, e a bola passou à direita de Deola.

Com o domínio da partida, Cicinho pela lateral direita e Valdivia pelo meio eram os que mais criavam. No fim da primeira etapa, Luan, de cabeça, quase ampliou após cruzamento de Danilo.

Kleber fez os dois gols do Palmeiras sobre o Santo André (Foto: Ag. Estado)

  Gás paralisa partida

O início da segunda etapa foi marcado com um incidente inusitado. Uma bomba de gás lacrimogêneo foi lançada fora do estádio, para conter um tumulto entre torcedores. O gás chegou ao gramado e alguns jogadores sentiram tontura. O árbitro Guilherme Cereta de Lima paralisou a partida por cerca de cinco minutos. Com ardência nos olhos, jogadores, comissão técnica e o próprio árbitro sofreram com os eleitos do gás.

No reinício da partida, o Palmeiras passou a controlar o jogo novamente. Aos 18 minutos, Tinga deixou Luan na cara do gol, mas Neneca fez a defesa.

Bem também na segunda etapa, Valdivia repetiu o feito do primeiro tempo e lançou Luan. O atacante caiu dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Kleber foi novamente para a cobrança. Parecia replay do primeiro tempo. O Gladiador chutou forte, mas desta vez Neneca espalmou para escanteio. Mas nem teve tempo de comemorar. Na cobrança, Marcos Assunção cruzou para a área, Thiago Heleno desviou de cabeça, e Neneca espalmou no travessão. Bem colocado, Kleber aproveitou o rebote e fez o segundo dele na partida.

Com a vantagem do Palmeiras no placar, Felipão promoveu a estreia do atacante Wellington Paulista, que entrou na vaga de Valdivia e jogou os últimos dez minutos do jogo.

O Santo André ainda diminuiu o placar. Aos 43 minutos, o zagueiro Anderson aproveitou cruzamento de Aloísio e deu um pouco de esperança aos torcedores do time do ABC.        

veja também