MENU

Palmeiras bate São Paulo e afasta crise

Palmeiras bate São Paulo e afasta crise

Atualizado: Segunda-feira, 22 Fevereiro de 2010 as 12

Nada de abatimento, apatia ou crise no Palestra Itália. Pelo menos neste domingo, dia 21, o Palmeiras mostrou cara nova na estreia do técnico Antônio Carlos Zago. Com dois gols do centroavante Robert, o time alviverde superou o São Paulo por 2 a 0 em casa e afastou a fase conturbada que atravessava no Campeonato Paulista.

Mais ousado ao longo de toda a partida, o Palmeiras também foi beneficiado pela expulsão de Xandão aos 6min do segundo tempo. Ainda assim, a equipe fez valer o domínio no confronto e levou a melhor apoiada pelo oportunismo do seu camisa 20.

"Nós, atacantes, vivemos de gols. Se eles não saem, as críticas aparecem. Mas hoje fui feliz e pude demonstrar que tenho condições de ser titular do Palmeiras", celebrou Robert após o apito final.

O resultado acalma os ânimos no clube alviverde após a demissão de Muricy Ramalho e os protestos da torcida ao longo da semana. Com o triunfo, o Palmeiras chegou aos 16 pontos e atingiu a sétima posição do Estadual.

Pior para o São Paulo, que encerrou a sequência de três vitórias consecutivas após uma atuação apática no Palestra Itália. O time comandado por Ricardo Gomes encerra a rodada com 17 pontos, na quinta colocação.

"Já conhecemos esse árbitro, não adianta falar nada. O primeiro cartão amarelo foi um absurdo, mas é normal para esse juiz", esbravejou o goleiro Rogério Ceni, indignado com o cartão vermelho de Xandão.

Assim como havia prometido, Antônio Carlos realizou mudanças em relação à equipe de Muricy Ramalho. Além de promover as entradas de Wendel, Eduardo e Lenny, o técnico escalou Diego Souza no meio-campo e deixou o time mais ofensivo neste domingo.

Assista aos gols da partida:

No início da partida, o Palmeiras manteve domínio da posse de bola e se lançou para o ataque, criando sua primeira boa chance aos 7min, com Lenny. Aos poucos, no entanto, o São Paulo acertou a marcação no meio, e o confronto ficou mais disputado.

Apesar de seguir levemente superior ao longo do primeiro tempo, a equipe alviverde teve problemas para criar chances claras. O time do Morumbi, por sua vez, passou a chegar com perigo conforme o duelo se aproximou do intervalo, mas também não fez o suficiente para alterar o placar.

"O Palmeiras esta marcando com muita vontade, em cima e isso dificultou um pouco", opinou o volante Hernanes a caminho do vestiário. "Seria inadmissível não correr num clássico, mas ainda temos o que acertar para vencer o jogo", destacou Márcio Araújo.

Os anfitriões viram sua situação melhorar logo aos 6min da etapa final, quando Xandão foi expulso. E apenas dois minutos depois, Robert aproveitou belo cruzamento de Cleiton Xavier e abriu o placar. Os lances bastaram para o Palmeiras manter os avanços, enquanto o São Paulo encontrou problemas com um jogador a menos.

Ainda com domínio da posse de bola, o Palmeiras cadenciou o confronto até ampliar com outro gol de cabeça do camisa 20 aos 24min. Depois disso, o time da casa fez o suficiente apenas para manter o placar e sacramentar o triunfo diante de sua torcida.

Por: Carlos Padeiro e Rodrigo Farah

veja também