MENU

Palmeiras x Goiás: final inédita para um e férias antecipadas para o outro

Palmeiras x Goiás: final inédita para um e férias antecipadas para o outro

Atualizado: Quarta-feira, 24 Novembro de 2010 as 9:38

O ano de 2010 acabará nesta quarta-feira à noite para Palmeiras ou Goiás. Quem se der melhor no duelo de volta das semifinais da Copa Sul-Americana terá a oportunidade de disputar a decisão pela primeira vez na história para tentar salvar a temporada. Quem for eliminado já pode pensar em 2011. O confronto será às 21h50, no estádio no Pacaembu, e o time paulista tem a vantagem do empate, já que venceu, por 1 a 0, a partida de ida em Goiânia. Quem se classificar decidirá o título nas duas semanas seguintes contra o vencedor de Independiente, da Argentina, e LDU, do Equador.

Sem pretensões nas duas rodadas restantes do Campeonato Brasileiro, as duas equipes apostam tudo na competição internacional e terão força máxima em campo. Na 10ª colocação do torneio nacional, o Palmeiras não tem mais chances de chegar ao Z-4 e está longe na zona do rebaixamento. A Sul-Americana é a grande esperança de os comandados de Luiz Felipe Scolari disputarem a cobiçada Taça Libertadores no próximo ano. Já o Goiás, após fraca campanha, teve a sua queda para a Série B do Brasileirão confirmada na última rodada, e sonha com a classificação para amenizar a decepção e não entrar em férias mais cedo.

Vale lembrar que o empate classifica os paulistas, e vitória por 1 a 0 dos visitantes leva a decisão para os pênaltis. Qualquer outra vitória goiana elimina o Verdão, já que com 2 a 1 ou 3 a 2, por exemplo, o regulamento favorece o time que marcar mais gols fora de casa.

O jogo terá um trio de arbitragem brasileiro. Heber Roberto Lopes apita a partida, auxiliado por Altemir Hausmann e Alessandro Rocha. O GLOBOESPORTE.COM acompanha todos os lances do jogo em Tempo Real, com vídeos.

O que está em jogo

Palmeiras: O Verdão aposta todas as suas fichas na Copa Sul-Americana neste final de temporada. Em posição intermediária no Brasileiro, a competição é a chance de o Palmeiras voltar a disputar uma final internacional após dez anos, além de buscar a vaga na Libertadores de 2011.

Goiás: É a chance de salvar o ano esmeraldino. Já rebaixado no Brasileirão e reconhecidamente com dívidas e problemas financeiros, o título da Sul-Americana é a última esperança do Goiás para tirar a imagem ruim de 2010. .

As escalações

Palmeiras: Felipão vai repetir a escalação do primeiro jogo em Goiânia, colocando em campo a força máxima que tem à disposição no momento. Os titulares são: Deola; Márcio Araújo, Danilo, Maurício Ramos e Gabriel Silva; Edinho, Marcos Assunção, Lincoln e Tinga; Luan e Kleber.

Goiás: Artur Neto deixou dúvidas na escalação, mas vem sem desfalques no grupo. O elenco que a entrar em campo deve ser o mesmo que enfrentou o Palmeiras no Serra Dourada no jogo de ida. O time provável é: Harlei, Rafael Toloi, Ernando e Marcão; Douglas, Amaral, Carlos Alberto, Marcelo Costa e Wellington Saci; Felipe e Rafael Moura.

Quem está fora

Palmeiras: O meia Valdivia, com uma lesão muscula na coxa, e o goleiro Marcos, que segue se recuperando fisicamente após machucar o joelho, são os desfalques do Verdão.

Goiás: O time vem completo para o confronto desta quarta-feira.

Fique de olho

Palmeiras: Com a lesão de Valdivia, Lincoln ganhou a vaga e é uma das esperanças para decidir o jogo com sua qualidade técnica. Apesar de estar atuando em uma posição mais avançada do que a de costume, o meia é um dos responsáveis pela armação e por tentar colocar os atacantes em condições de finalizar a gol.

Goiás: Partindo para o tudo ou nada, Rafael Moura continua sendo o principal destaque do Goiás nesta Copa Sul-Americana. Ele é o maior artilheiro brasileiro da competição, com oito gols (seis nesta edição) e carregará consigo a chance de honrar o grupo esmeraldino em sua última chance de brilhar em 2010.

O que eles disseram

Luiz Felipe Scolari (técnico do Palmeiras): "É uma pequena vantagem, mas importante para o jogo que temos na nossa casa. Espero que os torcedores possa fazer aquela pressão em campo para que a gente chegue a uma final internacional novamente após dez anos".

Artur Neto (técnico do Goiás): "É uma vantagem (do Palmeiras). Mas ela é alcançável ainda. Uma vitória simples leva o resultado para os pênaltis. Temos um jogo inteiro para tentar vencer com calma, com a cabeça no lugar, fazendo as coisas corretamente, sem nos precipitarmos.”

Números e curiosidades

* Nas fases anteriores da Copa Sul-Americana, o Palmeiras jogou a partida de volta dentro de casa nas três situações e tem 100% de aproveitamento como mandante. Foram três resultados positivos, contra Vitória (3 a 0), Universitario de Sucre (3 a 1) e Atlético-MG (2 a 0).

* Já o Goiás conseguiu a classificação atuando a segunda partida fora de casa nas três ocasiões. Como visitantes, os goianos venceram Grêmio (2 a 0) e Avaí (1 a 0), e perderam para o Peñarol (3 a 2), nas oitavas-de-final, mas haviam ganhado por 1 a 0 em Goiânia.

Último confronto

O Palmeiras venceu o Goiás, por 1 a 0, na última quarta-feira, no estádio Serra Dourada, pelo jogo de ida das semifinais da Copa Sul-Americana.

Marcos Assunção, em um petardo de fora da área, aos 3 minutos do segundo tempo, foi o autor do gol da vitória palmeirense. Foi o quarto gol do volante na competição internacional e o décimo com a camisa do Verdão nesta temporada.

Por: Tiago Leme e Mayra Siqueira

veja também