MENU

Para 'baixar a poeira', Tirone adia reunião sobre saída de Kleber

Para 'baixar a poeira', Tirone adia reunião sobre saída de Kleber

Atualizado: Sexta-feira, 14 Outubro de 2011 as 4:42

Reunião entre Tirone e Kleber foi adiada para terça

(Foto: Marcos Guerra/Globoesporte.com)

  O presidente Arnaldo Tirone ainda não se reuniu com o atacante Kleber para selar a saída do jogador do Palmeiras. Uma conversa entre as partes era esperada para a noite de quinta-feira, mas foi adiada pelo mandatário para que houvesse mais tempo de todos esfriarem a cabeça após os recentes fatos ocorridos no clube – o caso de agressão a João Vitor e a decisão do técnico Luiz Felipe Scolari de não trabalhar mais com Kleber.

Depois de um dia de silêncio quase absoluto na quinta-feira, Tirone conversou rapidamente com o GLOBOESPORTE.COM nesta sexta, e confirmou o adiamento da reunião com o Gladiador e seu empresário, Giuseppe Dioguardi.

- Vamos esperar a poeira baixar, por isso vamos sentar para conversar só na terça-feira - afirmou o presidente.

Perguntado se havia esperança pela permanência de Kleber, Arnaldo Tirone foi evasivo.

- Não sei, não sei... É melhor esperar um pouco, não é? – ressaltou.

No desembarque do Palmeiras após o empate por 1 a 1 com o Flamengo, no Engenhão, o vice-presidente Roberto Frizzo afirmou que a decisão de afastar Kleber “não tem mais volta”. O jogador não treinou na quinta-feira, avisado pelo departamento de futebol, mas deve trabalhar separadamente até uma resolução do caso. Frizzo já o liberou para negociar com outros clubes. Falta apenas o aval de Tirone.

Kleber tem contrato com o Palmeiras até a metade de 2015, e o clube vai querer uma compensação financeira para liberar o jogador. A multa rescisória é de R$ 143,6 milhões, e os direitos econômicos são divididos entre Verdão e Cruzeiro.            

veja também