MENU

Para Carpegiani, time está pronto para pegar Verdão com qualquer esquema

Para Carpegiani, time está pronto para pegar Verdão com qualquer esquema

Atualizado: Quinta-feira, 24 Fevereiro de 2011 as 9:55

Mesmo tendo ficado satisfeito com a produção da equipe nas vitórias sobre Treze e Bragantino, o técnico do São Paulo, Paulo César Carpegiani, resolveu mexer mais uma vez no time titular, desta vez para incluir o pentacampeão Rivaldo. No treino tático de terça e no jogo-treino de quarta, contra o Santos Angola, no CT da Barra Funda, o camisa 10 substituiu Casemiro, o que fez o Tricolor atuar no esquema 4-4-2. No segundo tempo, com o volante de volta na vaga do pentacampeão, a formação utilizada passou a ser o 3-5-2. No final, os titulares golearam por 4 a 0. E o técnico gostou do que viu.     Ele disse que, independente da formação e dos jogadores que serão utilizados no final de semana, o time tem todas as condições de fazer uma grande partida no domingo, contra o Palmeiras, no estádio do Morumbi, pela décima rodada do Campeonato Paulista.

- Mesmo com a entrada do Rivaldo, minha segurança no sistema defensivo permaneceu. A maior dificuldade que tivemos foi por conta de abrir mais o campo, com os jogadores de velocidade (Lucas e Fernandinho). Na segunda parte jogamos mais centralizados e partimos com velocidade – afirmou o treinador, em entrevista ao site oficial do Tricolor.

Carpegiani conversou muito com os jogadores antes do treino e deixou claro: ele não tem apenas 11 titulares. A cada jogo, uma nova formação poderá ser utilizada.

- As duas opções me agradam e eu já conversei com os jogadores. Não tem porque dizer que este ou aquele é o time titular. Eu tenho um grupo eu vou usá-lo da melhor maneira possível – ressaltou.

O treinador acredita que o duelo do final de semana tem tudo para ser uma grande partida, afinal envolve o Verdão, atual líder do estadual, e o Tricolor, que está em franca ascensão na temporada.

- Será um testes para os dois. Clássico é diferente. Tem a motivação, rivalidade... Mas é tão difícil quanto os outros. O Palmeiras tem uma equipe qualificada, mas não podemos pensar que eles são diferentes, com todo respeito. São os mesmos três pontos. Será um grande jogo – concluiu.    

veja também