MENU

Para deixar lanterna, Coelho recebe o São Paulo

Para deixar lanterna, Coelho recebe o São Paulo

Atualizado: Quinta-feira, 18 Agosto de 2011 as 10:52

Atentos para não repetir os erros da última partida, América-MG e São Paulo se enfrentam nesta quinta-feira sem cogitar resultado que seja diferente de vitória. Após levar uma virada do Botafogo, quando ganhava por 2 a 0, o time mineiro quer vencer em casa para fugir da lanterna do Brasileirão, o que seria o primeiro passo para deixar o Z-4. A rodada até aqui ajudou, já que dos adversários diretos nesta luta, apenas o Atlético-PR venceu.

Já o Tricolor paulista quer mostrar que o empate dentro de casa com o Furacão foi um deslize, e que a equipe continua na briga pela liderança, mesmo que ela não venha nesta rodada, já que o Corinthians venceu e não pode ser alcançado. Além disso, o Vasco ganhou e ultrapassou o São Paulo na tabela.

Com apenas 11 pontos, o Coelho não sai da zona de rebaixamento nem em caso de vitória, pois tem cinco pontos de desvantagem. O São Paulo, por sua vez, perdeu uma posição e precisa de no mínimo um empate para recuperar o terceiro lugar. Uma vitória, aliada a um tropeço do Flamengo, deixa o Tricolor isolado na segunda posição.     As duas equipes se enfrentam nesta quinta-feira, às 21h (de Brasília), na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. A arbitragem deste confronto fica por conta de Leandro Pedro Vuaden (RS), que será auxiliado por Carlos Berkenbrock (SC) e Tatiana Jacques de Freitas (RS).

A partida será válida pela 17ª rodada do Brasileirão. O canal Sportv transmite o jogo, ao vivo, para todo o país, menos para Minas Gerais. Já o GLOBOESPORTE.COM acompanha tudo em Tempo Real e com vídeos exclusivos, a partir das 20h30m.

América-MG: o Coelho luta para reagir no Campeonato Brasileiro. Lanterna da competição, o time mineiro deu sinais de melhora após a chegada do técnico Givanildo Oliveira. Na estreia, goleada por 3 a 0 sobre o Fluminense. Contra o Botafogo, saiu vencendo por 2 a 0, mas sofreu a virada por 4 a 2. O discurso no América-MG é vencer todas as partidas em casa para se recuperar. Por isso, só pensa na vitória contra o São Paulo. São Paulo: após o inesperado empate por 2 a 2 com o Atlético-PR, no estádio do Morumbi, quando o time deixou escapar uma chance de reassumir a liderança do Campeonato Brasileiro, o time se apoia no excelente retrospecto como visitante no Campeonato Brasileiro (seis vitórias e duas derrotas em oito partidas disputadas) para seguir na caça de Corinthians e Flamengo.

América-MG: o técnico Givanildo tem praticamente todo o elenco à disposição. Além disso, terá a volta de dois titulares na vitória sobre o Fluminense, melhor partida da equipe sob seu comando. Micão e Léo retornam ao time no lugar de Otávio e Kempes. O Coelho está definido com: Neneca; Gabriel, Micão e Willian Rocha; Marcos Rocha, Dudu, Amaral, Rodriguinho e Gilson; Léo e Alessandro. São Paulo: como tem virado costume desde que foi contratado, Adilson Batista será obrigado a mexer na equipe. Ele não poderá contar com Denilson, que se machucou contra o Atlético-PR e com João Filipe, que está suspenso. Liberados pelo departamento médico, Xandão e Rhodolfo estão à disposição da comissão técnica, mas só o primeiro deverá ser utilizado. Em compensação, Carlinhos Paraíba retornará ao time após ter cumprido suspensão na última partida. O time atuará com: Rogério Ceni; Piris, Xandão, Rodrigo Caio e Juan; Wellington, Carlinhos Paraíba, Cícero e Rivaldo; Lucas e Dagoberto.

América-MG: o time mineiro não tem jogadores contundidos ou suspensos para esta partida. O único que não pode ir a campo é o lateral-esquerdo Thiago Carleto, que pertence ao São Paulo e está emprestado gratuitamente ao Coelho. Em condições de jogo, o atacante André Dias ficou fora da lista de relacionados. São Paulo: Luis Fabiano, Luiz Eduardo e Denilson (machucados, sendo que o primeiro ainda não reestreou pelo Tricolor), João Filipe (suspenso), além de Bruno Uvini, Casemiro, Henrique e Willian José (todos na Seleção Brasileira sub-20).

América-MG: Neneca, Micão, Gilson, Gabriel, Alessandro, China e Amaral. São Paulo: Wellington, Lucas e Dagoberto

América-MG: o atacante Léo está de volta ao time. Revelado na base, o garoto foi uma das alternativas no Coelho quando tentaram dar uma chacoalhada no grupo, na época da chegada de Antônio Lopes. Embora as mudanças não tenham dado resultado, o jogador se destacou e emendou cinco partidas seguidas como titular. Diante do Fluminense foi um dos destaques pela movimentação, tendo sofrido um pênalti. Cumpriu suspensão contra o Botafogo e retorna diante do Tricolor. São Paulo: depois de ter salvado o Tricolor da derrota na partida contra o Atlético-PR, Rivaldo reassumirá sua vaga como titular neste meio de semana. O camisa 10 está animado por ser o artilheiro da era Adilson Batista, com três gols marcados.

Léo, atacante do América-MG: “A gente vem estudando. Parece que eles não vão ter zagueiros, vão improvisar alguns jogadores ali. Mas quem entra vai querer corresponder, para mostrar que tem capacidade de ser titular. O que a gente tem que fazer é partir para cima, não dar espaço, para que possamos matar o jogo já de cara”.

Juan, lateral-esquerdo do São Paulo: "Não é porque o América-MG está na lanterna que vamos chegar lá e ganhar o jogo. Vamos procurar fazer o melhor dentro de campo, não atacar de qualquer maneira, porque tem pressão da torcida adversária. Temos de ser inteligentes para ganharmos o jogo”.

* Quem venceu mais? Confira o histórico do confronto na Futpédia. * O América-MG nunca venceu o São Paulo pelo Campeonato Brasileiro. Foram sete jogos, cinco vitórias paulistas e dois empates.

* O último encontro entre as duas equipes foi há dez anos. Naquela oportunidade, Luís Fabiano, do São Paulo, e o meia Fabrício, do América-MG, que não estarão presentes nesta quinta-feira, estiveram em campo.

* Além dos confrontos pelo Brasileirão, América e São Paulo já se enfrentaram duas vezes. Foi pela Copa do Brasil de 1996. Novamente, o Tricolor levou a melhor: 2 a 1, em Belo Horizonte; 4 a 1, em São Paulo.

América-MG e São Paulo se enfrentaram pela última vez há dez anos, pelo Brasileiro de 2001. O Tricolor goleou por 4 a 1. Somália, atualmente no Figueirense, até abriu o placar para os mineiros. No entanto, Luís Fabiano, França e Kaká, duas vezes, garantiram o triunfo paulista. Luís Fabiano e Fabrício, do América-MG, que não estarão presentes nesta quinta, participaram daquela partida.            

veja também