MENU

Para Guardiola, Barcelona convive bem com obrigação de ter que vencer

Para Guardiola, Barcelona convive bem com obrigação de ter que vencer

Atualizado: Quarta-feira, 14 Dezembro de 2011 as 1:08

A torcida do Barcelona já está acostumada: em todas as temporadas com Pep Guardiola no comando o time brigou por títulos - e conquistou quase todos eles. Nesta quinta-feira, Lionel Messi & cia. entram em campo contra o Al Sadd, do Qatar, como favoritos para buscar a vaga na final do Mundial de Clubes da Fifa , em Yokohama. Para o técnico, a equipe catalã convive bem com a pressão de ter que vencer sempre.

O ex-volante assumiu o time no meio de 2008, após boa passagem pelo Barça B. Na primeira temporada, todos os títulos possíveis. Até hoje, são duas Ligas dos Campeões, três taças do Campeonato Espanhol e da Supercopa da Espanha, duas Supercopas da Europa, uma Copa do Rei e um Mundial. Sem contar goleada sobre o Real Madrid, duas Bolas de Ouro para Messi e ser a base da seleção espanhola que faturou a Copa do Mundo de 2010.

- Passamos um ano e meio jogando com essa sensação de que temos que ganhar sempre. Acredito que levamos isso muito bem - disse.

Pep Guardiola no treino do Barcelona (Foto: AP) A partida em Yokohama começa às 8h30m (de Brasília) e dá direito a enfrentar o Santos no próximo domingo (mesmo estádio e horário). Para Guardiola, manter o Barça disputando sempre os primeiros lugares é o maior motivo de orgulho do seu trabalho no clube.

- É uma honra. Manter no esporte em alto nível nos últimos três anos aqui é o mais difícil que há. Por mais orgulhosos que estamos por conseguir títulos, manter o bom nível é uma honra. Essa é a maior dificuldade que os jogadores tiveram - analisou.

Fossati exalta o Barça

Rival do Barça na semifinal, o técnico uruguaio Jorge Fossati exaltou a famosa posse de bola do clube espanhol, mas fez questão de destacar um ponto pouco elogiado da equipe de Guardiola: a recuperação da "pelota".

- Todo mundo fala do Barça ter a bola, mas pouco se pergunta por que eles conseguem tê-la por tanto tempo. Quando perdem a bola, eles a recuperam imediatamente. Por isso acumulam tantos minutos com ela - comentou.          

veja também