MENU

Para imprensa argentina, D'Ale será obsessão do River Plate no mercado

Para imprensa argentina, D'Ale será obsessão do River Plate no mercado

Atualizado: Segunda-feira, 20 Dezembro de 2010 as 9:14

O River Plate não está apenas interessado no futebol do meia Andrés D’Alessandro, formado nas categorias de base do clube e um ídolo da torcida. Está obcecado. Ao menos é o que diz a imprensa argentina após as declarações recentes do próprio jogador, que indicou um possível retorno depois da disputa de terceiro lugar pelo Internacional no Mundial de Clubes, e do presidente Daniel Passarella.

– Se vendermos algum jogador e me perguntassem quem poderíamos trazer todos os torcedores falariam o nome de D’Alessandro – disse Passarella ao jornal “Clarín”.

– Com D’Alessandro dentro de campo podemos jogar de igual para igual em qualquer lugar. É um jogador que o torcedor sempre esteve acostumado. É distinto, diferente, como um Ortega de 24 ou 25 anos – comparou o mandatário ao diário “Olé”.

Aos 29 anos, o camisa 10 já não é mais visto com um grande mercado na Europa, o que facilitaria a vida do clube de Nuñez. Os argentinos pretendem investir até US$ 6 milhões (R$ 10,2 milhões) na sua contratação, valores acima dos padrões atuais no país. É ainda importante frisar que "El Cabezón" tem mais um ano e meio de contrato com o Colorado, mas aceitaria uma redução salarial para jogar pelo clube do coração em 2011.

– Mas insisto. Antes temos que vender nas condições que nós queremos, e não os clubes compradores – completou Passarella.

Revelado em 2000, D’Alessandro defendeu o River Plate até 2003, quando foi vendido ao Wolfsburg, da Alemanha. Passou ainda por Portsmouth, da Inglaterra, e Zaragoza, da Espanha, até retornar à América do Sul, por empréstimo. Após curto período no San Lorenzo, foi vendido ao Inter, onde conquistou, dentre outros títulos, a Copa Sul-Americana de 2008 e a Taça Libertadores de 2010.

veja também