Para jornalista, camisa grená não fere tradição do Corinthians

Para jornalista, camisa grená não fere tradição do Corinthians

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:40

Antes, era o roxo. Agora, a cor grená. O terceiro uniforme do Corinthians deu sorte contra o Coritiba, e o time paulista venceu por 2 a 1. A mudança da camisa foi analisada no " Redação SporTV " desta segunda-feira. André Rizek, Carlos Eduardo Éboli, da rádio CBN, Celso Itiberê, de "O Globo", e Carlos Cereto debateram sobre uniforme do Timão.

Apesar dos protestos de alguns torcedores por conta da mudança, o jornalista Carlos Eduardo Éboli considera normal os clubes mudarem as cores em suas camisas.

- O torcedor precisa entender que isso é uma tendência de mercado. Isso acontece no mundo todo. E não se fere a tradição do clube. O primeiro uniforme segue intacto. O segundo também. O terceiro, que é mexido, agrada a maioria dos torcedores. É mais um produto que entra no mercado com a marca do clube. Não vejo problema nenhum - analisou.

Carlos Cereto também aprovou a cor grená para a sequência da temporada.

- Eu acho legal a iniciativa de uma terceira camisa com as cores diferentes. Isso acontece na Europa, e ninguém fala nada. Lá todos acham bacana. Quando acontece no Brasil, todos criticam. No caso da camisa roxa, que era a camisa anterior, eu vejo muitos torcedores com ela. O problema é a torcida organizada, que é a minoria, que pega no pé. É ala mais radical da torcida. Eles entendem que o Corinthians precisa respeitar as tradições - disse Cereto.

Corinthians com a camisa grená. Paulinho comemora o gol diante do Coritiba (Foto: Mario ângelo / Agência Estado)        

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições