MENU

Para manter boa fase e 'vingar' 2010, Palmeiras duela com São Caetano

Para manter boa fase e 'vingar' 2010, Palmeiras duela com São Caetano

Atualizado: Domingo, 20 Março de 2011 as 3:30

A boa fase do Palmeiras foi confirmada após a goleada por 4 a 0 sobre o Uberaba, que classificou o time às oitavas-de-final da Copa do Brasil. Pelo Campeonato Paulista, o time busca retomar a liderança neste domingo, às 16h (de Brasília), no Anacleto Campanella, contra o São Caetano. Apesar de o Azulão estar na faixa intermediária na tabela, o duelo promete ser difícil. Afinal, o time do ABC, sempre que pode, complica a vida palmeirense.

Em 2010, por exemplo, o Azulão aplicou uma goleada por 4 a 1 dentro do Palestra Itália, resultado que causou a queda do técnico Muricy Ramalho. E no confronto direto, o equilíbrio prevalece. Agora, de ânimo renovado e com Luiz Felipe Scolari, o Alviverde encontra o rival pela primeira vez desde esse resultado. Com 28 pontos, o time quer se manter na briga pela liderança com uma vitória. Juntando Paulistão e Copa do Brasil, já são três triunfos seguidos da equipe.

Com a derrota do Santos para o Bragantino, no sábado, o Palmeiras precisa vencer e torcer por tropeços de São Paulo e Corinthians para retomar a ponta, que perdeu há três rodadas. O Tricolor pega o Grêmio Prudente, às 18h30m, enquanto o Timão recebe o Americana às 16h.

Do outro lado, o São Caetano vive altos e baixos. São quatro vitórias e cinco derrotas no campeonato, além de outros quatro empates. A equipe de Ademir Fonseca quer chegar mais perto do G-8, grupo dos oito que se classificam para a próxima fase.

O que está em jogo

São Caetano: a chance de se aproximar do G-8, grupo dos que se classificam às quartas-de-final. Com 16 pontos, o time já vê Oeste e Paulista se distanciarem na sétima e oitava colocações. Uma derrota no domingo praticamente anula as possibilidades de o Azulão se classificar.

Palmeiras: vindo de três vitórias consecutivas - Noroeste, São Bernardo e Uberaba -, o Palmeiras quer aumentar a sequência positiva para se manter na briga pela liderança. O time entra na rodada com os mesmos 28 pontos dos rivais São Paulo, Corinthians e Santos - este último já derrotado pelo Bragantino na rodada.

As Escalações

São Caetano: o técnico Ademir Fonseca terá os retornos de Ricardo Conceição e Bruno, que não enfrentaram o Mogi Mirim. Em compensação, o volante Souza, que pertence ao Palmeiras, está fora por conta de uma cláusula contratual. O time deve ser formado por Luiz, Artur, Anderson Marques, Jean e Bruno; Erandir, Augusto Recife, Ricardo Conceição (Luciano Mandi) e Ailton; Antônio Flavio e Eduardo.

Palmeiras: Valdivia é a única ausência, com um problema na coxa esquerda. A lesão fez até com que ele fosse cortado da seleção chilena. Sem o Mago, Felipão pode utilizar três atacantes, com a manutenção de Luan e a volta de Adriano Michael Jackson, que não atuou contra o Uberaba. O provável time: Deola, Cicinho, Danilo, Thiago Heleno e Gabriel Silva; Márcio Araújo, Marcos Assunção e Patrik; Luan (Tinga), Kleber e Adriano.

Fique de Olho

São Caetano: Eduardo deu um passe e fez um gol na vitória por 2 a 1 sobre o Mogi Mirim, semana passada, e está em boa fase. Além disso, o atacante conhece bem o Palmeiras. Ele fez dois gols na vitória por 4 a 1 do ano passado.

Palmeiras: Luan pode ser a surpresa de Felipão entre os titulares do Palmeiras. Depois do bom início de temporada e uma queda nos últimos jogos, o camisa 21 voltou contra o Uberaba e fez dois gols na goleada por 4 a 0. A força do atacante agrada ao técnico.

O que eles disseram

Ademir Fonseca, técnico do São Caetano: “Não vejo vantagem pelo fato de eles terem tido uma longa viagem e uma partida no meio da semana. O Palmeiras tem grandes jogadores e só com muita superação poderemos conquistar um bom resultado. É uma partida decisiva, que vai definir nosso futuro na competição. Os três pontos podem embalar nosso time. E os jogadores sabem disso. Confio neles".

Luiz Felipe Scolari, técnico do Palmeiras: "Temos um time bem organizado, com ideia de ganhar. Mas ainda temos de subir uma escadinha, e não podemos tropeçar. Ainda temos de galgar posições para chegar a uma fase final, mas temos time para isso".

Números e curiosidades

* Pelo Campeonato Paulista, São Caetano e Palmeiras nunca empataram. Em nove jogos pelo torneio, são seis vitórias do Alviverde e três do Azulão, a última delas em 2010.

* No Anacleto Campanella, a vantagem é do São Caetano. Na história, foram 11 jogos no ABC paulista, com seis vitórias do Azulão, dois empates e três derrotas. O último triunfo palmeirense por lá foi em 2009: 4 x 3.

* A maior goleada da história do confronto ocorreu em 2006. No Palestra Itália, o Palmeiras fez 4 a 0 com dois gols de Enílton, um de Marcinho e outro de Paulo Baier.

Último Confronto

Em 17 de fevereiro de 2010, o São Caetano surpreendeu o poderoso Palmeiras de Muricy Ramalho. Jogando no Palestra Itália, o Azulão não tomou conhecimento do rival e fez 4 a 1 com facilidade. Com gols de Eduardo (2), Marcelo Batatais e Luciano Mandi, o time do ABC abriu 4 a 0 no início do segundo tempo. Diego Souza descontou para o time da casa. Depois do jogo, Muricy foi demitido e Antônio Carlos Zago, então no próprio Azulão, assumiu o comando do Palmeiras em seu lugar.

veja também