MENU

Para manter vivo sonho da Libertadores, Flu recebe o América-MEX

Para manter vivo sonho da Libertadores, Flu recebe o América-MEX

Atualizado: Quarta-feira, 23 Março de 2011 as 9:15

Como diria o ex-presidente Francisco Horta, o pensamento do Fluminense nesta quarta-feira é um só: vencer ou vencer. O Tricolor recebe o América do México, às 21h50m (de Brasília), no Engenhão, precisando da vitória para manter viva a chance de classificação no grupo 3 da Taça Libertadores. Com apenas dois pontos em três jogos, a equipe ocupa a lanterna da chave.

E precisará passar por mais essa barreira sem um treinador efetivo. A diretoria segue na busca por um novo técnico após o pedido de demissão de Muricy Ramalho e não determinou um prazo para a procura terminar. Por isso, o auxiliar técnico permanente Enderson Moreira, anunciado na última segunda-feira, já terá a missão de comandar a equipe contra os mexicanos. Ele não poderá contar com o lateral-esquerdo Carlinhos e o zagueiro Leandro Euzébio, machucados. E anunciou mudanças na equipe, confirmando os retornos do atacante Fred e do apoiador Souza ao time titular.

O América-MEX entra no gramado do Engenhão em situação mais cômoda que a do Fluminense. Com seis pontos, a equipe pode assumir a liderança do grupo 3 em caso de vitória. No entanto, a pressão da torcida por um resultado positivo é grande, uma vez que o time vem de duas derrotas no Campeonato Mexicano.

O paraguaio Antonio Arias apita o jogo, auxiliado pelos compatriotas Milcíades Saldívar e Darío Gaona. A TV Globo transmite para o jogo. O GLOBOESPORTE.COM acompanha todos os lances em Tempo Real.

Fluminense : com apenas dois pontos em três jogos, o Fluminense ocupa a lanterna do grupo 3 da Libertadores e precisa da vitória para embolar a chave e seguir dependendo de si mesmo para alcançar a classificação para a segunda fase. Em caso de empate ou derrota diante dos mexicanos, o clube das Laranjeiras ainda não estará matematicamente eliminado. Mas precisará de um milagre para se classificar: duas vitórias fora de casa e mais uma combinação de resultados.

América-MEX : a situação é tranquila, mas o técnico Carlos Reinoso não quer saber de acomodação. Com seis pontos, o América-MEX assume a liderança do grupo 3 em caso de vitória. Um empate também deixará a equipe em uma boa posição, dividindo a liderança com o Argentinos Juniors. Uma derrota, porém, trará o Fluminense de volta à briga e embolará o grupo. Os mexicanos entram em campo pressionados, pois perderam as duas últimas partidas pelo Campeonato Mexicano.

Fluminense : ainda sem treinador efetivo, o Tricolor será comandado pelo seu novo auxiliar técnico permanente, Enderson Moreira. Iniciando a trajetória no Flu logo em uma partida decisiva, o comandante de momento não poderá contar com o lateral-esquerdo Carlinhos e o zagueiro Leandro Euzébio, vetados pelo departamento médico. Julio Cesar e Digão devem ficar com as vagas. Enderson fará ainda três alterações em relação ao time que perdeu para o Boavista no último sábado, promovendo os retornos de Fred, Valencia e Souza ao time. O Fluminense deverá ir a campo com: Ricardo Berna, Mariano, Gum, Digão e Julio Cesar; Valencia, Diguinho, Souza e Conca; Emerson e Fred.

América-MEX : o técnico Carlos Reinoso terá dois desfalques no setor defensivo em relação ao time que venceu o Fluminense, no último dia 2, no estádio Azteca. O goleiro e ídolo Guilhermo Ochoa está com a seleção mexicana para amistosos contra Chile e Venezuela. Com uma lesão no tornozelo, o zagueiro colombiano Mosquera também não joga. Navarrete e Treviño serão os substitutos. A equipe vai a campo com Navarrete, Layun, Treviño, Valenzuela e Rojas; Pardo, Rosinei, Oliveira e Montenegro; Vuoso e Vicente Sanchez.

Fluminense: de volta ao time no lugar de Marquinho, Souza luta para provar que pode ser titular do Fluminense. O jogador iniciou uma partida pela última vez há quase 20 dias, diante do Resende. Pelo Tricolor, disputou 13 jogos e marcou dois gols.

América-MEX: o atacante argentino naturalizado mexicano Vuoso é a principal arma ofensiva do América-MEX. Com 1,75m, o atacante se destaca pela velocidade e pelo poder de finalização mas, apesar de não ser muito alto, também é bom cabeceador.

Enderson Moreira, treinador interino do Fluminense : "Uma vitória nos deixa em condição de brigar pela vaga. Temos a possibilidade e precisamos do apoio da torcida. Todos estão a fim de ajudar. Estou bem à vontade para fazer o que tenho na minha cabeça. Tenho convicção de que faremos um bom jogo".

  Rosinei, meia do América-MEX : “Viemos para vencer. É claro que respeitamos muito o  Fluminense. Os dois times vão jogar para o ataque. Temos jogadores de frente de qualidade para isso. Esperamos um grande jogo e que possamos sair vencedores”

* Flu e América-MEX se enfrentaram apenas três vezes na história. Em 14 de janeiro de 1960, o América venceu por 1 a 0 em amistoso no México. O segundo jogo foi outra vez em terras mexicanas e novamente vencido pelos donos da casa, por 3 a 0, no Azteca, em 23 de outubro de 1991. O último encontro foi em 2 de março deste ano, com nova vitória do América, por 1 a 0, pela Libertadores.

* O Tricolor das Laranjeiras disputou dez partidas contra equipes mexicanas, com três vitórias, um empate e seis derrotas. O último confronto no Brasil foi em julho de 2002, quando o Fluminense comemorava seus 100 anos e bateu o Toluca por 3 a 1, no Maracanã. Além de América e Toluca, o clube já enfrentou também o Puebla, Tampico e Guadalajara.

* Após começar a temporada com cinco vitórias em cinco jogos, o Fluminense venceu apenas duas de suas últimas sete partidas, contra Resende e América pela Taça Rio. Foram ainda mais três empates e duas derrotas, para América do México, pela Libertadores, e Boavista, pelo Estadual.

  Na última partida pela Libertadores, o Fluminense foi até à Cidade do México e perdeu por 1 a 0 para o América, gol de Marquez. O jogo ficou marcado pela fraca exibição de ambas as equipes, principalmente o atual campeão brasileiro, que pouco incomodou o gol adversário.      

veja também