MENU

Para Maradona, ninguém ainda jogou 40% do que Messi fez na estreia

Para Maradona, ninguém ainda jogou 40% do que Messi fez na estreia

Atualizado: Quarta-feira, 16 Junho de 2010 as 4:35

A esperança argentina de ser tricampeã do mundo está nos pés de Lionel Messi. Todo mundo sabe disso. Inclusive Diego Maradona. O técnico dos hermanos voltou a repetir nesta quarta-feira que sua seleção depende de sua estrela, e afirmou que ninguém brilhou como o camisa 10 até agora na Copa do Mundo.

Messi não balançou a rede na vitória sobre a Nigéria pela primeira rodada, mas teve boa atuação e perdeu alguns gols. Na entrevista coletiva da véspera do confronto com a Coreia do Sul, um jornalista perguntou a Maradona qual atuação individual havia lhe encantado: Elano, Maicon, Podolski, Sneijder? O Pibe descartou todos.

- Ninguém chegou perto de Messi. Nenhum que você nomeou jogou 40% do que Messi jogou contra a Nigéria - analisou.

Desde que assumiu a seleção, Maradona tem reservado boa parte do seu tempo para conversar com o pupilo. Chegou a ir à Espanha para vê-lo no Barcelona e falar de Copa. Maior nome do Mundial de 1986, o Pibe espera que Messi repita na África do Sul o seu desempenho no México.

- Quero ser campeão e tenho Messi. Tenho Messi respaldado por um grande time, com Tevez, Higuaín, Mascherano, Verón... Temos ainda jogadores espetaculares que estão esperando oportunidade. Tomara que Deus olhe um pouco para a celeste e branca agora - disse.

O treinador acha que Messi chegou mais maduro à Copa e mostrou isso na estreia, quando chamou a responsabilidade e foi responsável por várias boas jogadas da Argentina. Para Maradona, o camisa 10 virou um líder, apesar de ter apenas 22 anos (faz 23 no dia 24):

- Ele necessitava de um jogo assim. Líder, carismático com os companheiros, jogando para o povo, tocando a bola como eu pedia. Messi teve uma capacidade de liderança que não se via na seleção há muito tempo. Às vezes vemos no Barça, mas lá tem Xavi e outros grandes jogadores. Aqui, fez seu futebol, com Carlitos Tevez. A Nigéria morreu futebolisticamente quando Tevez e Messi saíram para o jogo. Messi mostrou maturidade e é um jogador que está chegando à plenitude.

Por Thiago Dias

veja também