MENU

Para preparador do Flu, concorrência retardou crescimento de Cavalieri

Para preparador do Flu, concorrência retardou crescimento de Cavalieri

Atualizado: Quarta-feira, 29 Junho de 2011 as 10

Diego Cavalieri voltou ao gol tricolor há duas rodadas e vem ganhando elogios da torcida tricolor. As atuações seguras diante de Bahia e Avaí nem de longe lembraram as falhas no início da temporada. Contratado com status de titular em janeiro passado, o camisa 12 ganhou confiança com a chegada do técnico Abel Braga e vem, enfim, correspondendo em campo à expectativa criada em torno de sua contratação. Para o preparador de goleiros das Laranjeiras, Marquinhos, Cavalieri foi prejudicado pela concorrência que enfrentou no Palmeiras e no Liverpool-ING, diante de Marcos e Reina, respectivamente.

Marquinhos, ao fundo, acompanha o treino de Diego Cavalieri de perto: preparador diz que goleiro recuperou a confiança (Foto: Nelson Perez/FluminenseF.C.)- É errado afirmar que o Cavalieri é goleiro de um ano só. Substituir Marcos não é nada fácil. E ele conseguiu quando o Marcos estava no auge. Além disso, ainda tem passagens pelas seleções de base. Talvez Diego tenha tido a infelicidade de concorrer com outros bons goleiros. Acho que isso retardou seu crescimento. Mas o potencial dele é enorme - disse.

Uma das velhas máximas do futebol diz que a posição de goleiro é ingrata. Nas Laranjeiras, então, o ditado é levado muito a sério. Desde 1984 com Paulo Victor, última unanimidade no gol tricolor, a torcida do Fluminense pega no pé de todos que defendem a meta do atual campeão brasileiro. Mas para Marquinhos, esse problema vai ser solucionado em breve.     - Essa busca está acabando. Queremos acabar com essa eterna desconfiança do torcedor. Os tricolores podem ficar tranquilos. O Fluminense tem goleiros excelentes hoje. Além dos jovens Guilherme e Kléver, temos o Diego e o Berna que já são duas realidades - explicou Marquinho, explicando em palavras o segredo das boas atuações de Cavalieri.

- Ele adquiriu confiança. A troca de comissão técnica gera motivação. Diego é um atleta exemplar e as coisas vêm fluindo naturalmente. Mas é bom lembrar que estamos apenas no início de trabalho. Foram apenas dois jogos. Estamos tendo sorte também e conseguindo dar os primeiros passos com tranquilidade. Ele é um goleiro equilibrado. Não adianta fazer uma partida excelente hoje e deixar a desejar amanhã. É preciso manter a média e falhar pouco. Assim o goleiro cresce e adquiri a confiança dos jogadores e da torcida. E para conseguir isso só com muito treinamento, sequência e simplicidade.

Com Diego Cavalieri no gol tricolor, o Fluminense volta a campo na próxima quinta-feira, às 21h (de Brasília), para enfrentar o Atlético-PR, no Engenhão, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Com nove pontos, o Tricolor ocupa a oitava posição na competição.          

veja também