MENU

Para sair do Z-4, Atlético-PR recebe o aliviado Cruzeiro

Para sair do Z-4, Atlético-PR recebe o aliviado Cruzeiro

Atualizado: Quarta-feira, 17 Agosto de 2011 as 9:50

O Atlético-PR era o lanterna do Campeonato Brasileiro, mas engatou quatro partidas sem perder e agora está perto de sair da zona de rebaixamento pela primeira vez na competição. Já o Cruzeiro ficou quatro rodadas seguidas sem conseguir a vitória, mas fez 5 a 0 sobre o Avaí no último sábado. Aliviados por esses resultados, Furacão e Raposa se enfrentam na noite desta quarta-feira, às 19h30m (horário de Brasília) na Arena da Baixada, pela 17ª rodada do Brasileirão.

Para tentar finalmente deixar o Z-4, o técnico Renato Gaúcho terá os retornos de Cleber Santana e Kleberson e deve escalar um novo titular no ataque: o jovem Edigar Junio, autor do segundo gol atleticano no empate em 2 a 2 com o São Paulo, no último fim de semana. Já no clube mineiro, Joel Santana deve manter a base que goleou o Avaí. Uma das esperanças do Cruzeiro é o meia Montillo, artilheiro da equipe no Campeonato Brasileiro, com sete gols.

Furacão de Edigar recebe o Cruzeiro de Montillo na Baixada (Foto: Editoria de Arte/GLOBOESPORTE.COM)

  A partida entre Atlético-PR e Cruzeiro está marcada para 19h30m desta quarta-feira, na Arena da Baixada. O jogo terá arbitragem de Felipe Gomes da Silva, auxiliado por Lilian da Silva Fernandes Bruno e Luiz Muniz de Oliveira, trio do Rio de Janeiro. O Premiere, pelo sistema Pay-per-view, mostra o duelo para todo o Brasil. O GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real, com vídeos dos principais lances, a partir de 19h.

Atlético-PR: invico há quatro jogos, o Rubro-Negro se aproximou da saída da zona de rebaixamento. A diferença para o 16° colocado, que já foi de oito pontos, caiu para dois. Se o Furacão vencer, ele pode ultrapassar Atlético-MG, Santos e Atlético-GO e deixar o Z-4 pela primeira vez na competição. Cruzeiro: com 21 pontos na 11ª colocação, a Raposa vai para o duelo sem a pressão que pairava sob o clube por conta de quatro derrotas consecutivas. O triunfo por 5 a 0 sobre o Avaí, em Uberlândia, amenizou os ânimos da torcida com relação ao técnico Joel Santana. Se conquistar os três pontos, a Raposa pode subir até quatro posições e se aproxima do G-4.

Atlético-PR: com cinco desfalques, o Atlético-PR deve ter três mudanças em relação ao empate com o São Paulo, no último sábado. Os volantes Cleber Santana e Kleberson, que cumpriram suspensão, voltam ao meio-campo. Na frente, Morro García, com dores no pé, deve ser substituído por Edigar Junio. O restante do time é o mesmo. A escalação: Renan Rocha; Edílson, Manoel, Fabrício e Paulinho; Deivid, Cleber Santana, Kleberson, Marcinho e Madson; Edigar Junio (Morro García). Cruzeiro: Joel Santana não confirmou a equipe e apenas adiantou que a base será a mesma que venceu o Avaí. O treinador não quis afirmar se Gilberto, que cumpriu suspensão diante dos catarinenses, voltará ao time. A provável escalação deverá ser repetida com Fábio; Vítor, Léo, Naldo e Diego Renan; Fabrício, Marquinhos Paraná, Roger e Montillo; Wellington Paulista e Anselmo Ramon.

Atlético-PR: o volante Paulo Roberto, o meia Paulo Baier e o atacante Nieto seguem no departamento médico. Já o meia Branquinho e o atacante Rodriguinho estão em fase final de recuperação e devem ficar à disposição apenas para o jogo de domingo, contra o América-MG. Cruzeiro: o zagueiro Maurício Victorino ainda se recupera do estiramento grau um na coxa esquerda. Já o zagueiro Gil cumpre o segundo e último jogo de suspensão.

Atlético-PR: Manoel, Wagner Diniz, Deivid, Robston e Rodriguinho.. Cruzeiro: Fábio, Léo, Montillo, Thiago Ribeiro, Wellington Paulista e Wallyson.

Atlético-PR: após marcar o segundo gol rubro-negro no empate com o São Paulo, o jovem Edigar Junio deve ter a segunda oportunidade como titular do Furacão. O jogador de 20 anos, que soma dois gols no Campeonato Brasileiro, quer aproveitar a chance para se firmar entre os titulares.

Cruzeiro: artilheiro do time na competição com sete gols, o meia Montillo vem mantendo a regularidade. Em seu segundo Brasileiro, o camisa 10 celeste é novamente o destaque com atuações decisivas em praticamente todos os jogos do time.

Renato Gaúcho, técnico do Atlético-PR: “Os méritos são do grupo. O grupo entendeu nossa filosofia de trabalho, confia no trabalho da comissão técnica. Eles têm se entregado nos treinamentos, isso é importante, até porque você estar invicto dentro de casa é importante para passar essa confiança para o nosso próprio torcedor. A gente espera continuar invictos e continuar em busca desses pontos que são importantes para a gente”. Joel Santana, técnico do Cruzeiro: "Ele (Renato Gaúcho) é uma grande treinador. Um dos melhores dessa nova geração. Está fazendo um grande trabalho e não tenho dúvidas de que será um jogo muito difícil".

* Quem venceu mais? Confira o histórico do confronto na Futpédia . * Na Arena da Baixada, o Atlético-PR leva ligeira vantagem sobre o Cruzeiro. São três vitórias do Furacão contra duas da Raposa, além de três empates. O Rubro-Negro marcou 14 e sofreu 15 gols. O jogo com mais gols ocorreu em 2005, quando o Atlético-PR fez 5 a 4. Finazzi, três vezes, Alan Bahia e Schumacher fizeram os gols do time da casa; Kelly, duas vezes, Adriano Gabiru e Adriano Louzada descontaram.

* Como mandante, o Furacão teve duas vitórias, três empates e duas derrotas - o que representa um aproveitamento de 42%. Já a Raposa, como visitante, obteve duas vitórias e um empate, mas sofreu cinco derrotas, ou seja, 29%.

O último encontro entre Cruzeiro e Atlético-PR, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro, terminou empatado sem gols. O jogo, na Arena do Jacará, ocorreu no dia 2 de outubro de 2010 e recebeu 17.254 torcedores. O destaque da partida foi o goleiro Neto, eleito o 'Paredão da rodada' na ocasião.          

veja também