MENU

Para ser o melhor dos melhores, Inter recebe o Jorge Wilstermann

Para ser o melhor dos melhores, Inter recebe o Jorge Wilstermann

Atualizado: Quarta-feira, 30 Março de 2011 as 10:28

Não é apenas para o Inter ser o melhor de seu grupo que vale o jogo das 21h50m desta quarta-feira, no Beira-Rio, contra o Jorge Wilstermann: é para ser o melhor entre todos os melhores da fase de classificação da Libertadores da América. De olho na primeira colocação geral para ter o mando de campo na segunda partida como mordomia no mata-mata, o Colorado precisa vencer o time boliviano, e de preferência com bom saldo. Ser campeão do Grupo 6 é consequência.

O jogo servirá para os colorados verem um Inter próximo de seu desenho ideal. O time terá o retorno de Bolívar e contará com D’Alessandro desde o começo, ao lado de Oscar, formando uma dupla de articulação que gera expectativa positiva em cada canto do Beira-Rio. Por mais que Celso Roth alerte que o jogo será complicado, a tendência é de que seja o mais fácil da primeira fase para o Inter, dada a fragilidade demonstrada pelos bolivianos há duas semanas, quando levaram 4 a 1 do Colorado nos 2,5 mil metros de altitude de Cochabamba.

Uma vitória consolidará o time gaúcho na liderança da chave. O Inter entra na rodada com sete pontos, ao lado do Emelec, que tem um jogo a mais. O Jaguares aparece em terceiro, com seis, e o Jorge Wilstermann segue zerado. Para ter a melhor campanha geral, o Colorado fica de olho em adversários como Cruzeiro e Junior Barranquilla, que precisam perder pontos para ser alcançados pelos gaúchos.

O GLOBOESPORTE.COM acompanha Inter x Jorge Wilstermann em Tempo Real. A RBS TV mostra ao vivo para o Rio Grande do Sul. O SporTV transmite em canal extra (consultar operadora).

Inter : perder pontos contra o Jorge Wilstermann no Beira-Rio está fora de cogitação para o Inter, já que Emelec e Jaguares conseguiram superar o time boliviano em seus domínios. A vitória é necessária para manter a vantagem conquistada pelo Inter na chave. Um bom resultado deixa a classificação quase certa, encaminha o primeiro lugar da chave e deixa o Inter em um bom caminho para ser o líder geral da primeira fase.

Jorge Wilstermann : resta ao time de Cochabamba não ser o saco de pancadas da Libertadores. De todos os times da fase de grupos, só o Jorge Wilstermann e o Guarani, do Paraguai, ainda não pontuaram. Tirar pontos do atual campeão, especialmente fora de casa, amenizaria um pouco o péssimo momento dos bolivianos.

Inter : o Inter terá, pela primeira vez, a união de Oscar, D'Alessandro e Leandro Damião. Na zaga, Bolívar faz seu primeiro jogo em 2011. Bolatti, ainda a serviço da seleção argentina, é desfalque, assim como Tinga, lesionado. Escalação: Lauro, Nei, Bolívar, Índio e Kleber; Wilson Matias, Guiñazu, Oscar, D'Alessandro e Zé Roberto; Leandro Damião.

Jorge Wilstermann : o técnico Marcelo Neveleff não confirmou a escalação de sua equipe, que treinou no Beira-Rio na noite desta terça-feira. O time deve ir a campo no esquema 3-6-1. É essa também a expectativa do Inter, que sempre teve três zagueiros na equipe reserva durante a semana, já como simulação da partida. Possível escalação: Mauro Machado, Jusselio da Silva, Juan Ignacio Brown e Marcelo Carvallo; Lucas Fernández, Luis Zapata, Cristhian Machado, Ramiro Rodríguez, Luis García e Ezequiel Abregú; Fabio Mineiro.

Inter: Andrés D'Alessandro voltou a jogar no último sábado, no segundo tempo do jogo contra o São Luiz. Mas é agora que ele poderá começar um jogo novamente, mais de um mês depois de ter sofrido lesão na sola do pé direito. A curiosidade é ver como será o rendimento do craque do time ao lado do garoto Oscar.

Jorge Wilstermann: o argentino Ezequiel Abregú foi uma das raras figuras a causar algum incômodo ao Inter na Bolívia. É um meio-campista veloz, baixinho, que deve ser essencial para o Jorge Wilstermann em um jogo de contra-ataque.

Celso Roth, técnico do Inter : "Lá, o Jorge Wilstermann saiu para nos marcar sob pressão, conseguiu o gol e aos poucos o Inter colocou sua qualidade. Aqui, o adversário vem cheio de preocupação, de precauções, saindo no contra-ataque, e pode nos causar surpresas, como todas as equipes vêm fazendo aqui. Teremos um jogo difícil, catimbado, em que teremos que ter muita paciência. Poderemos transformar em um jogo bom? Não tenha dúvida, desde que façamos o placar. Se não acontecer, vamos precisar da compreensão do torcedor".

  Marcelo Neveleff, técnico do Jorge Wilstermann : "Nada é impossível. Será uma partida difícil, mas tentaremos criar uma surpresa para voltar com um bom resultado. Existe muita confiança no grupo. Já conversamos bastante sobre este momento. Só nos resta ganhar".

  Foi há duas semanas o último encontro entre Inter e Jorge Wilstermann. Em Cochabamba, mesmo com a altitude de 2,5 mil metros, o Colorado foi muito superior e aplicou 4 a 1 nos bolivianos, de virada. Leandro Damião, Zé Roberto, Kleber e o zagueiro Brown, contra, fizeram os gols do time gaúcho.      

veja também