MENU

Paraná Clube finalmente vence partida oficial em 2011

Paraná Clube finalmente vence partida oficial em 2011

Atualizado: Quinta-feira, 24 Fevereiro de 2011 as 8:07

Demorou, mas o Paraná Clube finalmente conseguiu vencer um jogo oficial na temporada, ao bater o Gurupi-TO, por 3 a 0, na Vila Capanema, em Curitiba. O feito foi obtido na 12ª partida oficial que o Tricolor disputou em 2011, que marcou a estreia do técnico Ricardo Pinto, e valeu a classificação para a segunda fase da Copa do Brasil. A equipe tricolor espera o vencedor do confronto entre Botafogo e River Plate-SE. A equipe sergipana venceu em casa nesta quarta o primeiro jogo por 1 a 0.

Aproveitando-se da fragilidade do adversário, com quem havia empatado em 1 a 1 na partida de ida, em Gurupi, o Paraná atravessou incólume o período inicial de domínio do adversário para logo tomar conta do jogo. E graças aos gols de Renato, Kelvin e Douglas Packer, um em cada tempo, encerrou o jejum de vitórias que tanto incomodava sua torcida.

Classificado na competição nacional, o Tricolor já se concentra para buscar a primeira vitória no Campeonato Paranaense. Lanterna do estadual com apenas dois pontos, o time recebe o vice-lanterna Cascavel, que tem seis, domingo, às 15h50m, na Vila Capanema. O Gurupi, que fez apenas o segundo jogo oficial da temporada, agora voltará a treinar para a disputa do Campeonato Tocantinense, que começa em meados de março.

Vitória com direito a sustos

Apesar de jogar em casa, o Paraná permitiu que o adversário assumisse o controle da partida nos minutos iniciais. Precisando marcar gol fora de casa, o Gurupi quase abriu o placar em chute de Warlei, que Thiago Rodrigues defendeu bem, aos três minutos. A resposta veio na bomba de Diego que parou nas mãos de Santos, três minutos depois.

Aos 13, Douglas Packer demorou demais para concluir e perdeu ótima chance ao tentar um leve toque por elevação. O Gurupi então partiu para cima, mas a zaga paranista conseguiu controlar a pressão e evitar que a bola chegasse ao gol de Thiago Rodrigues.

Passado este momento que deixou a torcida apreensiva, foi o Paraná que assumiu o controle e passou a ameaçar cada vez mais o gol de Santos. Aos 21 minutos, Kelvin chegou a encobrir o goleiro, com uma cabeçada, mas a zaga tirou em cima da linha. Em seguida, Rafael Vaz perdeu boa chance em cobrança de falta. E aos 26, finalmente o gol aconteceu, com Renato aproveitando cruzamento de Diego para cabecear para a rede.

A partir daí os jogadores tricolores passaram a administrar a vantagem, que quase foi ampliada em chute de Packer, que desviou na zaga e parou na trave de Santos, que também tocou na bola.

Segundo tempo de afirmação

Após finalmente ir para o intervalo com vantagem no placar, o Paraná voltou para a etapa final com uma tranqüilidade rara neste início de ano. E logo passou a criar chances para ampliar o marcador. Aos sete minutos, Diego cabeceou fraco para defesa de Santos. Paulo Henrique, em cobrança de falta, e Renato, após escanteio, também ameaçaram a meta do Gurupi.

Que só foi novamente vazada no pênalti sofrido, e convertido, por Kelvin, aos 24 minutos. A joia tricolor mais tarde deu lugar a Bruninho, que reestreou após período conturbado, em que foi afastado do elenco principal e chegou a recorrer à Justiça para deixar o clube, antes de chegar a um acordo.

E Bruninho teve a chance de ampliar, aos 40 minutos, mas chutou fraco e desperdiçou.

Se errou na conclusão, Bruninho acertou excelente passe para Douglas Packer tocar na saída do goleiro, selando a vitória aos 45 minutos.    

veja também