MENU

Paraná é humilhado pelo Paranavaí e volta para zona do rebaixamento

Paraná é humilhado pelo Paranavaí e volta para zona do rebaixamento

Atualizado: Segunda-feira, 28 Março de 2011 as 8:51

O Paraná Clube perdeu fora de casa para o Paranavaí, por 4 a 2, e se complicou na luta contra o rebaixamento no Campeonato Paranaense . Com a derrota, o Tricolor segue com 15 pontos ganhos ao longo da competição, e caiu para o penúltimo lugar – foi superado pelo Rio Branco, que bateu o Cianorte e chegou aos 17 pontos.

Após quatro vitórias consecutivas sob o comando de Ricardo Pinto, o time perdeu o fôlego, e somou apenas quatro pontos em seus últimos quatro jogos pelo estadual. Agora, o Paraná tentará a recuperação no jogo com o Botafogo, pela Copa do Brasil. A partida será a primeira entre os dois clubes na segunda fase da competição nacional e está marcada para quarta-feira, às 19h30m, na Vila Capanema. Será o reencontro paranista com o técnico Caio Júnior, que teve ótima passagem pelo clube.

Já o Paranavaí, com 21 pontos nos dois turnos, se afasta dos riscos de rebaixamento e volta a sonhar com a vaga na decisão o título do interior. Na próxima rodada, o Vermelhinho recebe o Operário, melhor clube de fora da capital até o momento, domingo, às 15h30m.

Paranavaí pressiona desde o início e abre vantagem

Vindo de seis derrotas seguidas como mandante, o Vermelhinho partiu com tudo para cima do Paraná, tentando encerrar o tabu. No primeiro lance do jogo, Jean carimbou a trave. A resposta veio em forte chute de Paulo Henrique, que exigiu boa defesa do xará Paulo Roberto, do ACP, aos dois minutos.

Davi quase marcou aos nove, em petardo de longe, e Thiago Rodrigues quase foi enganado por bola desviada por sua defesa, aos 14. A forte pressão dos donos da casa deu resultado aos 19 minutos, em chute de Edson, que desviou na zaga e enganou o goleiro tricolor. Seis minutos depois, a defesa paranista bobeou novamente e Everton ficou sozinho para cabecear para a rede.

Ferraz ainda teve a chance de ampliar aos 35, em chute que passou rente à trave de Thiago Rodrigues, mas o primeiro tempo terminou com vantagem de dois gols para os donos da casa.

Quatro gols e muita ação na etapa final

O Paranavaí, que voltou com duas alterações para a etapa final, inclusive com o goleiro Pedro Castro no lugar do lesionado Paulo Roberto, não demorou a definir sua vitória. Tatico, aos 13 minutos, e Rafael Santos, que também entrou no intervalo, aos 16, ampliaram o placar em mais duas falhas de marcação do Paraná.

Os gols seguidos acordaram o Tricolor, que respondeu com a mesma moeda. Aos 18 minutos, Diego recebeu lançamento e tocou na saída do goleiro, reduzindo a desvantagem. E Lima, em cobrança de falta lateral, surpreendeu Pedro Castro ao bater direto para o gol, fazendo o segundo gol paranista, aos 21.

Quando parecia que o time visitante partiria com tudo em busca do empate, o Paranavaí retomou o controle do jogo. Cansados, os jogadores paranistas já não tinham mais forças para pressionar. Situação que piorou com a contusão de Maycon Freitas. Como Ricardo Pinto, que foi expulso, já havia feito três substituições, o time disputou os 15 minutos finais com um jogador a menos. E só não levou o quinto gol porque Serginho salvou em cima da linha a conclusão certeira de Márcio, já nos acréscimos.      

veja também