MENU

Parte do elenco do Santos se recusa a entrar em lar espírita

Parte do elenco do Santos se recusa a entrar em lar espírita

Atualizado: Quinta-feira, 1 Abril de 2010 as 12

Era para ser uma ação solidária em conjunto. Porém, parte do elenco santista se recusou a entrar no Lar Espírita Mensageiros da Luz, em Santos. O clube organizou a entrega de 600 ovos de Páscoa para os pacientes da casa. Eles serão vendidos na loja oficial do Santos e todo o dinheiro será revertido para a instituição.

Grande parte do elenco santista partiu do CT Rei Pelé no ônibus do clube, no início da tarde, com destino ao lar espírita. Após a chegada, diversos jogadores, dentre eles, Fábio Costa, Durval, Léo, Marquinhos, Neymar, Robinho e André, resolveram permanecer no veículo.

A cena que mais chamou a atenção dos jornalistas foi proporcionada por Paulo Henrique Ganso. O meia foi ao local com seu carro, e se encaminhava para dentro da instituição quando foi chamado pelos jogadores presentes no ônibus. Ganso entrou no veículo e foi convencido a aderir ao movimento.

11 atletas santistas participaram da ação beneficente. Felipe, Wladimir, Edu Dracena, Zé Eduardo, Arouca, Pará, Gil, Maikon Leite, Breitner, Zezinho e Wesley foram os responsáveis pela entrega dos ovos. Dorival Júnior e grande parte da diretoria também estiveram presentes no local.

O presidente do clube, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, se dirigiu ao ônibus para conversar com os jogadores. Em seguida, foi abordado pelos jornalistas a respeito da situação desconfortável originada pelos atletas.

"Falei para os jogadores que eles encontrariam cenas fortes no local. Têm pessoas que não se sentem bem vendo isso. Acho normal cada um fazer o que bem entender. Eu não conhecia a casa, mas o Santos tem que provar que não é apenas um time de futebol", destacou o mandatário alvinegro.

veja também