MENU

Passado no futsal inspira 'cavadinha' de Patrik em gol decisivo de Kleber

Passado no futsal inspira 'cavadinha' de Patrik em gol decisivo de Kleber

Atualizado: Terça-feira, 5 Abril de 2011 as 2:51

Autor do passe decisivo para o gol de Kleber na vitória por 1 a 0 sobre o Santos, domingo, na Vila Belmiro, o meia Patrik tem alguns segredos que culminaram na atual boa fase do Palmeiras. A cavadinha que deixou o Gladiador na cara do gol veio do futsal, esporte que o garoto de 20 anos praticou antes de se transferir para os gramados. Durante oito meses, entre 2003 e 2004, ainda moleque, ele treinou nas quadras antes de levar seu talento para o futebol.     - Treinei pouco tempo, uns oito meses lá no São Caetano. Mas a cavadinha veio de lá sim, foi um belo passe. Espero poder dar outros assim, foi realmente muito bonito – confirmou o tímido Patrik.

Um pouco mais descontraído sem a presença de câmeras e gravadores, o camisa 40 revelou que o Gladiador não o agradeceu pelo passe. Momentos antes da jogada, Kleber reclamava que não tinha opção para tocar na área. Logo depois, rolou para Patrik e ele mesmo entrou pelo meio dos zagueiros para finalizar. Brincando, o meia cobra um agradecimento.   - Reclamar ele sabe, não é? (risos). Primeiro esbravejou que não tinha ninguém, mas aí depois do passe nem veio agradecer. Mas está tranquilo – divertiu-se o meia.

Depois do jogo na Vila Belmiro, porém, Kleber elogiou bastante o companheiro de equipe. O técnico Luiz Felipe Scolari também ressaltou a importância de Patrik para o time, já que ele sabe marcar e deixa jogadores como Lincoln e o próprio Kleber mais à vontade para atacar.

No entanto, Patrik não teve apenas alegrias no clássico. Um drible plástico de Neymar em cima dele, no segundo tempo, irritou os companheiros e fez a torcida santista incendiar a Vila Belmiro, empolgada com a jogada do astro. O meia revelou que recebeu cobranças imediatas de Cicinho e Danilo. Mas a estratégia de marcação era justamente deixar o atacante dançar, sem dar o bote.     - Fiquei só na frente dele, deixei ele pedalar e não fui para cima. Quando fui, deu no que deu (Neymar driblou e foi em direção ao gol). Aí cobrei cobertura do Cicinho, mas ele disse que estava muito longe e deu uma dura. O Danilo também falou que eu deveria ter dado o bote. Mas vocês viram o que acontece quando alguém vai para cima do Neymar – disse o meia.

Patrik está confirmado para o duelo contra o Grêmio Prudente, neste sábado, no Canindé. Pendurado com dois cartões amarelos, ele já avisou que deve forçar o terceiro para chegar zerado na próxima fase do Campeonato Paulista. Kleber, Cicinho e Rivaldo estão suspensos para o duelo.      

veja também