MENU

Patricia Amorim festeja volta de R10

Patricia Amorim festeja volta de R10

Atualizado: Terça-feira, 6 Setembro de 2011 as 9:56

Ronaldinho em ação contra Gana (Foto: Mowa Press)

  Sempre que Ronaldinho Gaúcho desfalca o Flamengo, a questão da dependência do time em relação ao camisa 10 entra em pauta. Vanderlei Luxemburgo não dá ênfase ao assunto e apontou a queda de produção de alguns jogadores como um dos motivos para a derrota por 3 a 1 para o Bahia, domingo, no Engenhão. Thiago Neves, por sua vez, admitiu que o capitão faz falta a equipe. O nome do jogador mais badalado também é assunto no gabinete presidencial. Patricia Amorim vibra com o retorno do craque que, segundo ela, traz ingredientes importantes para um bom ambiente.

- O Flamengo terá a volta do Ronaldinho, que é muito importante para o time, não só pelo futebol como pela liderança e alegria. Espero que ele volte ainda mais animado da Seleção Brasileira - afirmou Patricia Amorim.

Diante do Bahia, o Flamengo ficou sem Ronaldinho por conta da convocação para a Seleção Brasileira. As outras duas vezes que o camisa 10 desfalcou a equipe no Brasileirão foram por suspensões. Contra o Ceará, houve empate por 1 a 1, em Macaé. No jogo contra o Atlético-GO, uma sonora goleada por 4 a 1, dentro do Engenhão.

Ronaldinho Gaúcho será integrado a delegação rubro-negra nesta quarta-feira, em Atibaia, interior paulista. Nesta segunda, o jogador teve boa participação e protagonizou bons lances na vitória do Brasil sobre Gana por 1 a 0.

Patricia Amorim admite que o time caiu de rendimento na sequência de seis jogos sem vencer (três derrotas e três empates). Mas a dirigente garantiu que tudo está sob controle.

- Demos uma caída, mas tínhamos gordura para queimar.

Na 4ª colocação com 36 pontos, o Flamengo enfrentará o líder Corinthians, que tem 40. Patricia Amorim acredita que uma vitória poderá mudar o quadro de instabilidade do Rubro-Negro.     - Uma boa atuação e vitória sobre o Corinthians muda tudo. Um jogo entre essas duas equipes é importante em qualquer circunstância. Como os dois perderam, é ainda mais importante.

A dirigente afirmou que as conversas para renovar o contrato de Felipe e Thiago Neves caminham, mas ainda sem um final feliz.

- Estamos conversando, mas ainda não existe nada definido.

Para ter Felipe em definitivo, o clube terá que desembolsar R$ 3 milhões. No caso de Thiago, que tem 90% dos seus direitos econômicos pertencentes ao Al Hilal, da Arábia Saudita, o valor gira em torno de R$ 18 milhões que devem ser pagos até novembro.

O caso da dívida de R$ 65 milhões

Patricia Amorim afirmou que o clube ainda não foi notificado oficialmente sobre a ação impetrada na Justiça pelo Consórcio Plaza no valor de R$ 65 milhões. O montante é uma dívida, que o clube não reconhece, contraída em 1996 com um empréstimo de R$ 6 milhões feito junto ao consórcio, que arrendaria a Gávea por 25 anos para a construção de um shopping.

- Ainda não fomos comunicados oficialmente, mas vamos reverter a situação - disse Patricia Amorim, que enquanto torce por uma melhora do futebol, vibra com o bom momento do clube nos esportes olímpicos.          

veja também