MENU

PC não define o time: Esse jogo é o retrato da nossa dificuldade

PC não define o time: Esse jogo é o retrato da nossa dificuldade

Atualizado: Sexta-feira, 3 Dezembro de 2010 as 3:09

Mexe daqui, troca de lá, improvisa acolá. Essa é a rotina de PC Gusmão no comando do Vasco. O time perdeu jogadores importantes devido a lesões, como Carlos Alberto, Felipe e Zé Roberto, e, com isso, teve dificuldades de ter uma regularidade no campeonato. A ausência de jogadores-chave do elenco foi a principal justificativa do técnico para não terminar o Brasileirão lutando por uma vaga na Libertadores ou até mesmo o título. E, novamente, contra o Ceará neste domingo, ele não poderá contar com todo o elenco.

- Enquanto teve grupo, o Vasco conseguiu manter os resultados. À medida que fomos perdendo peças importantes, a gente oscilou na competição. Dentro dessa realidade, tivemos uma queda de rendimento e não conseguimos chegar onde queríamos, que era estar brigando em cima. Então, esse último jogo é o retrato da nossa dificuldade de se montar uma equipe em uma partida tão difícil, que vale uma vaga na Sul-Americana. Mas a gente já vive isso no nosso dia a dia, além de outras pendências, que temos de superar e inverter – garantiu o técnico.

PC ainda não sabe qual será o time titular contra o Ceará no encerramento da participação do Vasco no Brasileirão. No treino desta sexta-feira, ele testou Allan e Jonathan no lugar de Fumagalli e Renato Augusto e ainda usou o jovem atacante Bruno Paulo na escalação.

-Ainda não defini o time. Mexi ontem e hoje, vou analisar o que tenho de melhor. Tenho que ver dentro das nossas possibilidades o que podemos levar para o campo para entrarmos com um time competitivo. Precisamos de um ponto para não dependermos de ninguém, mas vamos atrás da vitória - afirmou.

veja também