MENU

Pelas oitavas de final, Avaí encara o Emelec em dia de estreias

Pelas oitavas de final, Avaí encara o Emelec em dia de estreias

Atualizado: Quarta-feira, 13 Outubro de 2010 as 8:53

Depois de eliminar o Santos, o Avaí se prepara para dar mais um passo importante em sua história. O Leão entra em campo às 22h desta quarta-feira, contra o Emelec, para realizar sua primeira partida internacional em competições oficiais. O jogo é válido pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana e também marca a estreia do técnico Vágner Benazzi no comando do time catarinense.

Para chegar até essa fase, o Avaí eliminou o Santos Já o Emelec eliminou os peruanos do Deportivo San Martin. Quem passar deste confronto encara o vencedor do duelo entre Goiás e Peñarol-URU.

Avaí deixa o Brasileiro um pouco de lado

Nada como pisar em outro país para desligar do Campeonato Brasileiro e focar na Sul-Americana. O time chegou segunda-feira a Guayaquil. No desembarque da equipe, os termômetros marcavam 26º C, no meio da tarde. Entre todos, quem apresentou a expressão mais cansada foi o treinador, que viajou às pressas domingo à noite, após ter sido apresentado no Estádio da Ressacada. Apesar do convívio com os jogadores durante o deslocamento, ele não chegou a ter uma conversa oficial com o grupo, o que aconteceu somente no Hotel Hilton, onde o time está hospedado.

Dos 25 inscritos na Sul-Americana, 19 viajaram. É provável que o time entre em campo no 3-5-2. Benazzi, que assistiu ao empate com o Flamengo na Ressacada, elogiou a postura do segundo tempo, quando o esquema foi adotado.

Mas como nem todos os jogadores que atuaram estarão no Equador, como Rodrigo Thiesen e Roberto, a nova formação obrigatoriamente terá de ter o dedo do novo treinador. A briga maior está no meio-campo. Na partida de domingo, após as alterações, quem perdeu lugar foi a dupla Caio e Robinho.

Emelec tem elenco reforçado

O Emelec estará reforçado de seus principais jogadores para enfrentar o Avaí. O meia David Quiroz e os atacantes João Rojas e Jaime Ayoví estavam integrados à seleção equatoriana que disputa um torneio no Canadá, mas já retornaram ao país.

A principal dúvida do técnico argentino Jorge Sampaoli para definir a equipe está no gol. O goleiro argentino naturalizado equatoriano, Marcelo Elizaga, ainda não está recuperado das dores lombares que também impediram sua convocação pelo técnico Reynaldo Rueda para a seleção do Equador. Também conhecido como Polaco, Elizaga deve ser substituído por Javier Klimowicz, que já atuou como titular na último jogo pelo campeonato nacional, quando o Emelec venceu a LDU Quito fora de casa, por 1 a 0, no último dia 3 de outubro. O único gol do jogo foi marcado pelo volante Valencia.

Campeão do primeiro turno, o Emelec quer ganhar o seu 11º título nacional sem precisar disputar a superfinal. Por isso ainda pensa em vencer o segundo turno. Atualmente, a equipe de Guaiaquil ocupa a terceira colocação do segundo turno com 24 pontos. A liderança é da LDU, com 30, seguido do Deportivo Cuenca, segundo lugar, com 29. O atacante Jaime Ayoví, 22 anos, é o principal destaque da equipe. Com 18 gols, é o vice-goleador do campeonato nacional.

O zagueiro Marcelo Fleitas, de origem uruguaia, é o ponto de equilíbrio da equipe. Aos 37 anos, o jogador se aposentou da seleção equatoriana para dar chance aos mais jovens.

A arbitragem para o jogo entre Avaí e Emelec também já é conhecida. O trio da Colômbia tem o juiz Francisco Penuela e os assistentes Clavijo Humberto e Eduardo Diaz.

veja também