MENU

'Pelé ensinou paradinha aos ingleses', diz comandante do QPR

'Pelé ensinou paradinha aos ingleses', diz comandante do QPR

Atualizado: Sexta-feira, 25 Março de 2011 as 10:08

Sentado em um dos bancos de reservas do Loftus Stadium, em Londres, o técnico Neil Warnock, do Queens Park Rangers, acompanhava atentamente a atividade da Seleção Brasileira. Após uma entrevista para a imprensa local, o treinador parou por alguns minutos para conversar com o GLOBOESPORTE.COM. O primeiro assunto do treinador foi o futebol canarinho. E não demorou para o treinador lembrar de uma história que viveu aos 13 anos de idade. O protagonista? Pelé, o maior goleador de todos os tempos, o atleta do século.   Warnock tem bem clara a imagem do confronto entre Santos e Sheffield Wenesday, seu time de coração na ocasião. Em 1961, o Peixe viajou para uma excursão e encarou a equipe da casa. Durante o confronto, um pênalti. Na cobrança, o Rei.

- O Pelé estava jogando e fiquei maravilhado com o seu futebol. Em dado momento do jogo, o Santos teve um pênalti e Pelé foi cobrar. Lembro que ele correu e quando foi chegar na bola deu uma paradinha. O goleiro voou para um canto e ele bateu no outro. Foi a primeira paradinha que os torcedores daqui viram na vida. O Pelé apresentou a paradinha aos ingleses - contou.

Mas a história não para por aí. No mesmo jogo, já no fim da partida, pênalti para o Sheffield. Collen Dobson correu para bater e tentou repetir o feito de Pelé. Warnock relembrou o resultado.

- É claro que ele errou. Quando correu para a bola, Dobson perdeu a passada e chutou para fora - contou o sorridente treinador do Queens Park Rangers.

Em campo, Warnock é resposável pela boa campanha da equipe na Segunda Divisão da Inglaterra. Líder da competição, o QPR deve confirmar o acess à elite do futebol inglês nos próximos meses. Ao ser questionado sobre qual jogador do elenco da Seleção Brasileira gostaria de ter em sua equipe na próxima temporada, o treinador foi surpreendente em sua resposta.

- Queria o Daniel Alves. É um dos melhores defensores e atacantes do Barcelona. Ele faz tudo e é um jogador só. É o mais completo que eu já vi. Mas acho que o nosso clube só conseguirá ter um jogador assim daqui a dois, três anos - comentou o comandante.

Dunga: de consultor a "inimigo" do Queens Park Rangers

Na semana passada, a imprensa inglesa publicou que Dunga, ex-técnico da Seleção Brasileira, estava cobrando uma dívida do QPR na Justiça. De acordo com as publicações, o comandante teria emprestado £ 750 mil (cerca de R$ 2 milhões) ao clube e não teria mais visto a cor do dinheiro. O processo está sendo julgado na Inglaterra. Na última quinta-feira, o GLOBOESPORTE.COM esteve no Loftus Stadium e questionou alguns dirigentes sobre a posição de Dunga no clube. O discurso foi sempre o mesmo.

- Dunga era apenas um consultor do clube, nada mais - contou um dos dirigentes, que preferiu não se aprofundar no assunto.

A verdade é que o ex-treinador da Seleção Brasileira foi consultor do clube de 2004 a 2006, quando assumiu o time canarinho. Legado? Que nada. Dunga não deixou saudades no QPR.      

veja também