MENU

Pelé lamenta escândalo na escolha para sede da Copa de 2018

Pelé lamenta escândalo na escolha para sede da Copa de 2018

Atualizado: Segunda-feira, 16 Maio de 2011 as 9:32

Pelé com o presidente do Chile, Sebastián Piñera (Foto: EFE)

  Segundo Pelé, as acusações de corrupção na eleição para a escolha da sede da Copa do Mundo de 2018 não fazem bem ao futebol. O ex-presidente da Federação Inglesa de Futebol, David Triesman, acusou quatro membros do comitê executivo da Fifa, entre eles Leoz e Teixeira - presidentes de Confederação Sul-Americana e da Confederação Brasileira de Futebol, respectivamente - de exigirem favores para votar na Inglaterra como sede do Mundial de 2018. A eleição, em dezembro passado, foi decidida a favor da Rússia.

- Não tenho conhecimento sobre o que exatamente aconteceu. De qualquer maneira, o que estão falando não é algo bom. Quando se fala em corrupção, em compra de votos e coisas assim, acho que não é algo bom para o esporte - disse Pelé, que integra a Comitê de Futebol da Fifa, em coletiva de imprensa em Santiago do Chile.

Os outros acusados por Triesman - que fez as acusações na terça-feira para uma comissão parlamentar britânica - são Jack Warner, de Trinidad e Tobago e representante da Concacaf, e o tailandês Worawi Makudi, da Confederação Asiática de Futebol.          

veja também