Pelo grupo do Flu, América-MEX mostra força e bate o Nacional

Pelo grupo do Flu, América-MEX mostra força e bate o Nacional

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:55

O América do México começou com pé direito sua participação na Taça Libertadores edição 2011. Mostrando um futebol veloz e objetivo, o quadro mexicano derrotou o Nacional de Montevidéu por 2 a 0, na noite desta terça-feira (já madrugada de quarta no Brasil), no Estádio Azteca. Os gols da vitória foram marcados por Vicente Sánchez e Vicente Vuoso, um em cada tempo.

Com o resultado, o América assume a liderança do Grupo 3, o mesmo do Fluminense, com três pontos. O Tricolor das Laranjeiras, que estreou empatando por 2 a 2 com o Argentinos Juniors, divide a segunda colocação com os hermanos. Sem pontuar, o Nacional é o lanterna. Confira a tabela de classificação completa.

O mexicanos voltarão a campo dia 24 (quinta), quando duelarão com o Argentinos Juniors, em Buenos Aires. Já o Nacional encara o Fluminense, um dia antes, no Engenhão.

Mesmo jogando fora de casa, os uruguaios saíram para o jogo, mostrando que não se limitariam em defender. Porém, logo em sua primeira subida efetiva para o ataque, o América tirou o zero do placar. Aos três minutos, Layún recebeu pela direita e cruzou rasteiro para a área. A defesa visitante não conseguiu cortar e Vicente Sánchez bateu cruzado, à direita de Burián.

Sem contar com o jovem Sebastián Coates (que foi pretendido por clubes brasileiros como São Paulo e Botafogo), suspenso, a retaguarda do Nacional mostrava fragilidade, principalmente pelo seu lado esquerdo, setor onde os locais exploravam seguidamente.

O quadro uruguaio não se intimidou com a desvantagem imediata e tentou a igualdade, mas esbarrava sempre no bom goleiro Guillermo Ochoa, reserva da seleção mexicana na Copa da África do Sul.

Apesar de mostrar ímpeto ofensivo, o Nacional seguia falhando na defesa. Aos 27, Alejandro Lembo errou na saída de bola e Sánchez invadiu livre pela esquerda. Em ótimas condições para arrematar, o atacante preferiu tocar para Vuoso, que se enrolou e acabou concluindo para fora com uma desastrada bicicleta.

Sempre encontrando facilidade pela direita de seu ataque, o América quase ampliou aos 37 minutos. Novamente Sánchez escapou e cruzou na medida para o voleio de Olivera. A finalização saiu precisa, mas Burián defendeu de forma sensacional em dois tempos.

América mantém o ritmo no segundo tempo

Buscando dar ainda mais agressividade e equilíbrio à sua equipe, o treinador do Nacional, Juan Ramon Carrasco (ex-jogador do São Paulo em 1990), sacou Richard Porta e colocou o atacante Nicolás Vigneri apóso intervalo.

O panorama da partida, porém, não se alterou, e logo aos dois minutos da segunda etapa por muito pouco o América não ampliou a vantagem. Após cobrança de falta para a área, o argentino Daniel Montenegro cabeceou rente ao poste direito da meta uruguaia.

Dois minutos depois, entretanto, não houve jeito. Vuozo aproveitou nova falha de Lembo, dominou e, da entrada da área, bateu rasteiro no canto direito de Burián, que se esticou, mas não conseguiu alcançar. América 2 a 0.

Sem alternativas, o Nacional partiu de vez para o ataque tentando, ao menos, diminuir o prejuízo. Apesar do esforço, a equipe uruguaia pouco ameçava e, nas vezes em que construía algo produtivo, Ochoa aparecia bem e garantia a meta mexicana.

Com o domínio da partida, cabia ao América apenas administrar a vantagem e garantir o triunfo. Aos 43, o time mexicano, porém, ainda teve ótima chance de ampliar. O brasileiro Rosinei (ex-Corinthians) deu lindo toque de letra para Layún na direita. O lateral disparou e cruzou na pinta para Vuoso, que tocou de primeira, mas na trave, perdendo chance incrível de fazer o terceiro.

Este foi o último momento relevante da vitória do América, que iniciou muito bem sua participação na Libertadores 2011, a mais importante competição continental.      

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições