MENU

Perto de alcançar marca de C. Ronaldo, Rooney celebra fase artilheira

Perto de alcançar marca de C. Ronaldo, Rooney celebra fase artilheira

Atualizado: Quarta-feira, 17 Março de 2010 as 12

Wayne Rooney está com tudo. O atacante do Manchester United vive excelente fase na temporada e tem sido o grande nome da equipe, que busca o tricampeonato inglês e o título da Liga dos Campeões. O jogador, grande nome dos Red Devils nas duas vitórias sobre o Milan no torneio continental, desponta com chances reais de quebrar uma marca tida como impossível de se atingir. Além disso, ele surge como grande esperança da seleção inglesa na disputa da Copa do Mundo-2010.

O atacante, atual artilheiro do Campeonato Inglês com 25 gols, está perto de alcançar a incrível marca estabelecida por Cristiano Ronaldo na temporada 2007/08. O jogador português, que naquela época defendia os Red Devils, marcou 42 gols em 49 partidas. Rooney, até agora, balançou as redes adversárias 32 vezes em 38 jogos disputados pelo clube e ainda tem no máximo mais 13 pela frente - oito pelo Inglês e outros cinco na Liga dos Campeões, caso o time chegue à final.

Por falar no torneio continental, Rooney mostrou-se decisivo contra o Milan. Em cada um dos dois encontros contra a equipe italiana nas oitavas de final, o inglês fez dois gols e teve papel fundamental para classificação do Manchester United para a fase seguinte da competição. Antes, ele havia feito apenas um gol nesta edição da Liga dos Campeões.

Levando-se em consideração apenas o ano de 2010, Rooney deixou sua marca em dez dos 16 jogos que disputou pelo Manchester United – no total, foram 17 gols. Sua melhor marca em uma temporada foi em 2006/07, quando balançou as redes 23 vezes em todas as competições disputadas pelo clube. Além dos 25 gols no Inglês, ele fez cinco na Liga dos Campeões e dois na Copa da Liga Inglesa.

O atacante também foi um dos principais responsáveis pela conquista do título da Copa da Liga Inglesa. Ele começou a decisão contra o Aston Villa no banco de reservas, mas entrou em campo e marcou o gol da vitória por 2 a 1 sobre o rival. A sede por vitórias e sua vontade de sempre jogar lhe renderam uma lesão e uma crítica.

Rooney, que havia sentido dores no joelho antes do jogo contra o Aston Villa, em seguida participou do amistoso da seleção inglesa contra o Egito. Ele agravou a lesão e recebeu uma bronca do técnico Alex Ferguson, que não contou com o atacante nas partidas seguintes. Mesmo sem deixar seu lado polêmico de lado, o jogador diz ter melhorado seu estilo.

"Amadureci. Agora, eu me coloco em melhores posições em campo. E não fico tanto tempo atrás dos laterais; eu me poupo um pouco mais", disse. Rooney também recusa as comparações entre sua atual fase e a marca de Cristiano Ronaldo. "Não é uma meta. Nós somos diferentes", analisou.

Ferguson, por sua vez, acha que o jogador inglês tem condições de alcançar o feito do atual atacante do Real Madrid. "Disse há algum tempo que é impossível marcar 42 gols, mas Rooney tem 32 e isto é um desafio para ele. Ainda faltam 13 jogos e nunca se sabe o que pode acontecer", comentou.

O técnico do Manchester United também elogiou a evolução de Rooney. "Ele deve ser comparado a Cristiano Ronaldo e a Messi. Rooney tem uma grande habilidade e demonstrou seu nível. Faltava-lhe a face de goleador, mas ele a encontrou nesta temporada", avaliou, colocando o inglês ao lado dos dois últimos ganhadores do prêmio de melhor jogador do mundo da Fifa.

Para Fabio Capello, Rooney já está em um nível acima dos rivais. "Ele é um jogador extraordinário. Domina muito bem a bola, dribla, chuta bem de longa distância, faz gols de cabeça, além de pressionar e correr muito. Os outros (Cristiano Ronaldo e Messi) não fazem isso. É uma grande diferença", considerou o técnico da seleção inglesa. Em meio a tantas polêmicas que envolvem o English Team, o treinador confia no atacante para fazer bonito nos gramados sul-africanos durante a Copa do Mundo-2010.

veja também