MENU

Perto de aposentadoria, Palermo é exaltado pelos jogadores do Boca

Perto de aposentadoria, Palermo é exaltado pelos jogadores do Boca

Atualizado: Quinta-feira, 9 Junho de 2011 as 3:04

Palermo é exaltado pelos colegas (Foto: EFE)

  A última partida em La Bombonera do artilheiro histórico do Boca Juniors, Martín Palermo, no próximo domingo, contra o Banfield, dispara todo tipo de reações na Argentina.

Perto de se aposentar, o atacante foi muito elogiado. Maradona, por exemplo, declarou que Palermo é um atacante como poucos em seu país e que deve revisar sua decisão de pendurar as chuteiras. O técnico Julio Falcioni, do Boca Juniors, também tentou lhe convencer para continuar jogando.

O meia xeneize Leandro Somoza disse que, com a retirada de Palermo, os jogadores mais jovens do elenco "perdem um espelho", porque é "um exemplo" como profissional.

- Chega sempre ao clube às oito da manhã. É o primeiro a chegar ao treino, o primeiro ao ginásio. Além disso, é um goleador nato e uma grande pessoa. Isso vai além de tudo - disse Somoza à rádio "Rivadavia".

Lucas Viatri, substituto de Palermo, também disparou elogios ao atacante, que no último domingo se tornou o quinto maior artilheiro da história do futebol argentino, com 227 gols.

- Como torcedor do Boca, quero que fique por toda a sua vida no clube. Cada vez que marca um gol deixa todos nós contentes - declarou.

Palermo decidiu pendurar as chuteiras no dia 19 de junho, quando irá terminar o Torneio Clausura 2011.

veja também