MENU

Perto de despedida, Andrés festeja título e avalia gestão no Timão

Perto de despedida, Andrés festeja título e avalia gestão no Timão

Atualizado: Segunda-feira, 5 Dezembro de 2011 as 11:53

O título do Campeonato Brasileiro desta temporada fecha a administração de Andrés Sanches no Corinthians. Com mandato até fevereiro de 2012, o presidente continua no comando do clube até o próximo dia 15 de dezembro, quando tira licença. No ano que vem, o corintiano assume o cargo de diretor de Seleções na CBF.

Empolgado com mais uma conquista alvinegra, Andrés foi um dos primeiros corintianos a chegar na festa do elenco do Timão pela conquista do Brasileirão. Antes de entrar na casa noturna, localizada no bairro do Brooklin, Zona Sul de São Paulo, o dirigente falou com a imprensa e fez uma rápida avaliação sobre seu mandato no clube.

– Entendo que, às vezes, você faz uma bela administração, mas sem o título parece que tudo é uma m... E eu acho que uma grande administração não é feita por títulos. Na minha campanha não prometi título, prometi mudança de estatuto e não reeleição. Mas é claro que quatro conquistas ajudam – afirmou Andrés, que como presidente conquistou, além do Brasileirão deste ano, a Série B de 2008, e a Copa do Brasil e o Paulistão de 2009.

Andrés Sanches, em festa do Corinthians (Foto: Gustavo Tilio / globoesporte.com) O dirigente assumiu o Corinthians no fim de 2007, pouco antes de a equipe confirmar o rebaixamento para a Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro. Andrés foi o primeiro presidente do Timão após a era Alberto Dualib, que comandou o clube de 1993 até 2007.

– O mais importante são as coisas que mudaram no Corinthians, que está muito mais democrático – avaliou Andrés.

Segundo o presidente, o momento mais crítico da equipe no Campeonato Brasileiro foi após a derrota diante do América, no dia 6 de novembro, no Parque do Sabiá.

– Depois do jogo com o América, achei que o time estava dando muito mole. E por isso cobrei. Mas os jogadores focaram e por isso chegaram ao título. Com titulo, a torcida fica mais contente e pode ter um Natal e Ano Novo melhores – comentou.      

veja também