MENU

Polêmica sobre Ganso não preocupa Adilson Batista: 'Vai ser resolvido'

Polêmica sobre Ganso não preocupa Adilson Batista: 'Vai ser resolvido'

Atualizado: Terça-feira, 18 Janeiro de 2011 as 8:43

O técnico Adilson Batista, do Santos, não se mostra muito preocupado com a polêmica envolvendo as negociações para a renovação de contrato do meia Paulo Henrique Ganso. O jogador está vinculado ao clube até fevereiro de 2015, mas cobra aumento salarial. Quer que seus vencimentos sejam equiparados aos de outras estrelas do Santos, como Neymar e Elano.

O treinador diz que a diretoria já está resolvendo essa situação. Uma reunião entre o clube e os representantes do jogador deverá acontecer ainda nesta semana.

- Vai ser resolvido. Ele é um menino muito bom e está querendo voltar a jogar logo. Isso é o mais importante - afirmou o treinador, em entrevista ao Arena SporTV.

Ganso está em fase final de recuperação de lesão no joelho esquerdo. Ele sofreu ruptura de ligamento em agosto do ano passado. Ele deverá voltar a jogar em fevereiro. A intenção do meia é estar em campo na estreia do Peixe na Taça Libertadores, dia 15 de fevereiro, contra o Deportivo Táchira-VEN.

O treinador também não acredita que Ganso e Neymar deixarão o clube em breve. Os dois talentosos garotos estão na mira de vários clubes europeus. A diretoria santista já avisou que não negocia a dupla. A não ser que os interessados banquem as multas rescisórias. Neymar vale R$ 100,3 milhões. Ganso, R$ 111,5 milhões.

- Se chega um cheque de 100 milhões de dólares, fica difícil uma garantia (de que os jogadores ficam). Mas não tem nada. Acho que vamos ficar com esses atletas.

Copinha

Adilson Batista está atento à Copa São Paulo de Futebol Júnior e adianta que vai utilizar alguns jogadores que se destacarem na competição. No entanto, não revela nomes para não provocar uma supervalorização.

- Estamos acompanhando, mas não vou adiantar nada. Se eu falar alguma coisa, vem empresário, pai. A cabeça do menino fica ruim. Tem empresários que ajudam, mas muitos atrapalham.

veja também