MENU

Policiais e torcedores entram em conflito após eliminação do Timão

Policiais e torcedores entram em conflito após eliminação do Timão

Atualizado: Quinta-feira, 6 Maio de 2010 as 10:10

Os aplausos e gritos de incentivo da torcida do Corinthians após o apito final e a eliminação na Taça Libertadores, nesta quarta-feira, diante do Flamengo, não foram repetidos no lado de fora do Pacaembu. Um tumulto entre torcedores do próprio Timão começou na praça Charles Miller, em frente ao estádio. Para acalmar os ânimos, os policiais usaram bombas de gás lacrimogêneo e conseguiram controlar os mais exaltados.

Curiosamente, o clima já havia esquentado durante o intervalo do duelo frente aos cariocas. Torcedores de duas facções organizadas ligadas ao Corinthians entraram em conflito. Policiais foram chamados e separaram os grupos.

Esta não é a primeira vez que a eliminação na Taça Libertadores causa  problemas. Em 2006, torcedores invadiram o gramado, enquanto uma multidão foi impedida de arrombar um dos portões que dão acesso ao gramado. O Timão foi batido pelo River Plate-ARG na ocasião.

Depois do jogo, um grupo de 70 corintianos foi detido no 23º Distrito Policial, em Perdizes, na Zona Leste da cidade. Eles foram liberados no fim da madrugada após prestarem depoimentos. De acordo com a polícia, os suspeitos teriam depredado lojas e ônibus.

Além disso, a torcida do Flamengo só conseguiu sair do Pacaembu uma hora depois do fim da partida. Ainda assim, não ficou livre de fiscalizações. Ou seja, um ônibus que levava cerca de 50 torcedores foi parado perto da Rodovia Presidente Dutra pela PM. Dentro dele, havia armas e bombas de fabricação caseira. Todos os torcedores foram levados para a delegacia e depois liberados.

veja também