MENU

Por apenas um ponto, Nicolas Costa fica com o título da Fórmula Futuro

Por apenas um ponto, Nicolas Costa fica com o título da Fórmula Futuro

Atualizado: Segunda-feira, 13 Dezembro de 2010 as 8:24

Com um quarto e um sexto lugares na rodada dupla decisiva, Nicolas Costa é o campeão da Fórmula Futuro. Neste domingo, no Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul, o carioca não subiu ao pódio, mas superou o gaúcho Francisco Alfaya pela diferença mínima de um ponto e ficou com o título da temporada. Devido ao resultado, ele também garantiu vaga na Ferrari Drivers Academy, o projeto de formação de jovens promessas mantido pela lendária escuderia da Fórmula 1, e terá a temporada inteiramente paga na Fórmula Abarth italiana, em 2011.

- Foi um final de semana de superação, como tem sido desde o início da minha carreira. Aqui em Santa Cruz, a gente começou atrás e por isso foi tão desgastante. As últimas voltas pareciam eternas. Agora, quero comemorar com a minha família porque eles têm 200 por cento de importância em tudo que conquistei até hoje - disse o piloto, de 19 anos.

Todos os ingredientes necessários a uma grande final estiveram presentes ao circuito localizado no Vale do Taquari, a quase 200 quilômetros de Porto Alegre. Choveu intensamente na bateria inicial, vencida pelo pole Felipes Apezzatto, e o sol brilhou na maior parte da segunda, ganha de forma inédita pelo paranaense John Louis, caçula do grid com apenas 16 anos e que também aproveitou a vantagem de sair na frente.

Enquanto isso, os favoritos, entre eles o próprio Nicolas, que chegou ao Sul comandando a classificação e pressionado pelos co-líderes Alfaya e João Jardim, apresentaram desempenho muito abaixo do esperado. Entre a vaga na Academia da Ferrari e a temporada paga na F-Abarth italiana, Nicolas não tem receio de escolher o que te deixou mais feliz.

- Claro que é entrar na escola da Ferrari, porque a gente quando começa tem esse sonho de um dia andar na Fórmula 1 no carro vermelho. Também me deixa contente saber que daqui para frente eu terei uma apoio profissional muito forte e, com certeza, isso vai alavancar a minha carreira. Quero representar bem a nossa categoria que foi muito importante para os pilotos jovens aqui do Brasil. Mas, para falar a verdade, a ficha ainda não caiu. Acho que só vou acreditar mesmo quando estiver vestindo a jaqueta vermelha lá do time de Maranello.

Classificação final da temporada:

1) Nicolas Costa (RJ) - 116 pontos

2) Francisco Alfaya (RS) - 115

3) João Jardim (SP) - 110

4) Johilton Pavlak (RN) - 97

5) Vini Alvarenga (SP) - 95

6) Felipes Apezzatto (SP) - 78

7) John Louis (PR) - 74

8) Rafael Azrak (SP) - 29

9) Robert Curia (ARG) - 23

10) Raphael Abbate (SP) - 10

11) Luir Miranda (RJ) - 5

12) Fellipe Granzotto (SP) - 4

13) Lucas Russell (ARG) - 1 ponto

veja também