MENU

Por pés no chão, Muricy veta empolgação: 'Terça já tem trabalho'

Por pés no chão, Muricy veta empolgação: 'Terça já tem trabalho'

Atualizado: Segunda-feira, 22 Novembro de 2010 as 9:35

Para a torcida tricolor, é dia de comemorar, vestir a camisa e ficar otimista. Mas o clima de oba-oba após a vitória por 4 a 1 sobre o São Paulo, domingo, na Arena Barueri, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, vai ficar dos muros das Laranjeiras para fora. Pelo menos é assim que o técnico Muricy Ramalho vai trabalhar o grupo do Fluminense nesta semana que antecede o jogo contra o Palmeiras, pela penúltima rodada, em Araraquara.

- Temos que manter a postura de sempre. Terça-feira já tem trabalho duro. Não muda nada. Nossa parte disciplinar é muito forte, muito boa. Em cinco, seis meses de competição não tivemos nenhum problema. Tudo isso conta. Temos que continuar assim.

Com 65 pontos, o Fluminense está um a frente do Corinthians, segundo colocado. Porém, o treinador nega uma falsa modéstia e pede seriedade, apesar de ter pela frente o Palmeiras, sem muitas ambições na competição, e o Guarani, na luta contra o rebaixamento.

- Não é problema de modéstia. Temos que encarar a realidade. O grande problema do futebol é a empolgação. As pessoas não podem se empolgar. É preciso ter os pés no chão e quem está no comando tem que ver isso. Lógico que demos um passo importante, estamos na frente, mas faltam duas rodadas.

Apesar de blindar o time, Muricy Ramalho acha que o dia a dia do clube não será alterado. Para ele, a fórmula é seguir a programação dos últimos dias.

- O mais importante é não mudar muito a rotina e se preparar bem para que vai fazer. Assim controlamos a ansiedade. Não tem como dizer que não fica ansioso, nervoso...

O elenco do Fluminense se reapresenta nesta terça-feira, às 16h (de Brasília), nas Laranjeiras.

Por: Cahê Mota

veja também