MENU

Por vaga e tranquilidade, Timão pega o Catanduvense no Pacaembu

Com mudanças, Corinthians joga por tranquilidade

Atualizado: Quarta-feira, 29 Fevereiro de 2012 as 10:07

O Corinthians tem nesta quarta-feira a chance de poder pensar com mais tranquilidade na Taça Libertadores, seu grande objetivo em 2012.

Em busca da quinta vitória consecutiva no Campeonato Paulista, o Timão enfrenta o Grêmio Catanduvense, nesta quarta-feira, às 22h, no Pacaembu, podendo praticamente assegurar uma vaga na segunda fase.

Com o triunfo por 1 a 0 sobre o Botafogo-SP, na última rodada, o Alvinegro chegou aos 26 pontos. Em 2011, a Portuguesa foi a última a se classificar para o “mata-mata” com 28.

Tite quer ficar entre os quatro melhores para ter vantagem, mas um novo resultado positivo deixa os corintianos em uma situação bastante confortável, principalmente pela vantagem para o segundo colocado, o Guarani, ser de quatro pontos.

Os próximos dias, aliás, serão muito importantes para o Timão. Depois desta partida, a equipe faz o clássico contra o Santos, domingo, na Vila Belmiro, e encara o Nacional-PAR, quarta-feira que vem, no Pacaembu, pela Libertadores.

Já o Catanduvense tenta finalmente reagir para não voltar no próximo ano à Série A2. O time venceu só uma partida na competição e aparece em 18º lugar, com  sete pontos.

Para piorar, vem de duas derrotas consecutivas em casa – para Guaratinguetá (3 a 1) e Bragantino (4 a 2).

Rodrigo Braghetto apita a partida, tendo como auxiliares Carlos Augusto Nogueira Júnior e Rogério Pablos Zanardo. O PFC transmite a partida, e você acompanha também em Tempo Real, com vídeos, no GLOBOESPORTE.COM.

AS ESCALAÇÕES

Corinthians: o técnico Tite fez quatro mudanças em relação à vitória sobre o Botafogo-SP. O lateral-direito Alessandro, o meia Danilo e o atacante Liedson, poupados na última rodada, retornam nas vagas de Weldinho, Ramírez e Adriano, respectivamente. Na marcação, Edenílson entra no lugar de Ralf, colocado no banco para ser preservado fisicamente. O Timão começa a partida com: Julio Cesar, Alessandro, Chicão, Wallace e Fábio Santos; Edenílson, Paulinho, Alex e Danilo; Willian e Liedson.

Catanduvense: o técnico Davino pretende manter a base da equipe que enfrentou o Bragantino e que, para ele, fez um bom segundo tempo. Entretanto, precisará fazer no mínimo três alterações por conta das lesões do zagueiro Cléber e do atacante Diniz e da impossibilidade de escalar Nenê Bonilha, que pertence ao Corinthians. No último treino, ele manteve o esquema no 4-4-2. A formação é a seguinte: Filippi, Lorran, Douglas, Ednei e Anderson Paim; Fabinho Carioca, Du, Samuel e Alemão; Tiago Mineiro e Alex William.

QUEM ESTÁ FORA

Corinthians: Jorge Henrique (dores musculares), Emerson (problema no púbis) e Adriano (para melhorar o condicionamento físico). Além disso, o zagueiro Paulo André o lateral-esquerdo Dodô estão machucados e não devem voltar tão cedo.

Catanduvense: o lateral-direito Sidrailson, com lesão no joelho, o zagueiro Cléber, com distensão na virilha, o meia Diniz, com dores provocadas por um cálculo renal, e o meia Nenê Bonilha, que pertence ao Corinthians e não pode jogar por contrato.

FIQUE DE OLHO

Corinthians: chegou a hora de Liedson desencantar em 2012. O atacante ainda não fez gols em partidas oficiais, mas mostrou um melhor desempenho na última partida e recebeu inúmeros elogios do técnico Tite. Além disso, o Levezinho precisa de uma grande atuação para ganhar força na disputa com Adriano pela vaga.

Catanduvense: Alemão entrou como titular contra o Bragantino, foi bem, marcou um dos gols da equipe e deve ser o cérebro do Catanduvense na busca de um resultado positivo.

O QUE ELES DISSERAM

Tite, técnico do Corinthians: “O Catanduvense vem em um momento de instabilidade, perdeu de quatro em casa, mudou o sistema e está contratando alguns jogadores. Isso, em nenhum momento, torna o jogo mais fácil”.

Roberval Davino, técnico do Catanduvense: “Não adianta reclamar. O departamento médico está cheio e não dá mais tempo de contratar, temos de ir em frente com o que temos e lutar para conseguir escapar do rebaixamento, que é possível”.

NÚMEROS E CURIOSIDADES

* A história do Campeonato Paulista registra dois jogos entre Corinthians e Catanduvense (antigo Grêmio Esportivo Catanduvense), com uma vitória para cada lado. No dia 9 de abril de 1989, em Catanduva, o Catanduvense venceu por 2 a 1, gols de Roberto Cearense e Agnaldo, marcando Viola para o Timão. No ano seguinte, em 21 de fevereiro, o Corinthians venceu por 1 a 0 em São Paulo, gol de Neto.

* Líder invicto do Paulistão, o Corinthians não perde um jogo oficial desde o dia 6 de novembro de 2011, quando foi derrotado pelo América-MG por 2 a 1, em Uberlândia, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. Este ano, o Timão foi derrotado pela Portuguesa em um amistoso. Nas últimas 16 partidas oficiais, o Timão obteve 12 vitórias e quatro empates.

* Com apenas sete pontos ganhos em 30 disputados, o Catanduvense vem de duas derrotas consecutivas em casa (1 a 3 para o Guaratinguetá e 2 a 4 para o Bragantino) e inicia esta rodada na zona de rebaixamento, onde apareceu em seis das dez rodadas. Com apenas uma vitória, é a equipe que menos venceu no campeonato, ao lado de Oeste e XV de Piracicaba.

ÚLTIMO CONFRONTO

No dia 21 de fevereiro de 1990, pelo Campeonato Paulista, o Corinthians enfrentou pela última vez um "Catanduvense" - mas não este, e sim um outro, já extinto. O Timão venceu por 1 a 0, em Catanduva, gol marcado pelo meia Neto. Na ocasião, a equipe era dirigida por Basílio, ídolo da torcida e herói na conquista do histórico título estadual de 1977. O "novo" Catanduvense foi fundado em 2004 e chegou à elite estadual pela primeira vez neste ano.

 

veja também