MENU

Possível adversário na semi, Santos não mete medo no Grêmio

Possível adversário na semi, Santos não mete medo no Grêmio

Atualizado: Quinta-feira, 15 Abril de 2010 as 12

O Grêmio também entra na onda de encanto com o futebol do Santos, que empilha gols nos adversários conforme avança no Campeonato Paulista e na Copa do Brasil. Dependendo da caminhada do Tricolor e do Peixe no torneio nacional, as duas equipes medirão forças nas semifinais. E os gaúchos garantem: não temerão o duelo com a turma capitaneada por Robinho, Neymar e Ganso. Por mais admiração que gere no clube do Olímpico, o Santos não mete medo, garantem os gremistas.

Para o técnico Silas, o Peixe ainda precisa ser melhor testado. Ele sugere que o sistema de jogo do time da Vila Belmiro pode não suportar um encontro com times mais sólidos.

- O Santos está jogando muito bem, mas enfrentou o São Paulo no Morumbi (vitória por 3 a 2) e sofreu um gol de empate com um jogador a mais. Conseguiu um gol aos 44, 45 do segundo tempo. Cada jogo é um jogo. É gostoso ver o Santos jogar, mas eles têm um meia, o Marquinhos, de segundo volante. Temos que ver contra um time mais pesado, com dois meias como Leandro e Douglas, se consegue agüentar – disse o treinador gremista.

O centroavante Borges elogia o Santos. Mas alerta: se o time treinado por Dorival Júnior se empolgar além da conta, pode cair do cavalo.

O Grêmio também entra na onda de encanto com o futebol do Santos, que empilha gols nos adversários conforme avança no Campeonato Paulista e na Copa do Brasil. Dependendo da caminhada do Tricolor e do Peixe no torneio nacional, as duas equipes medirão forças nas semifinais. E os gaúchos garantem: não temerão o duelo com a turma capitaneada por Robinho, Neymar e Ganso. Por mais admiração que gere no clube do Olímpico, o Santos não mete medo, garantem os gremistas.

Para o técnico Silas, o Peixe ainda precisa ser melhor testado. Ele sugere que o sistema de jogo do time da Vila Belmiro pode não suportar um encontro com times mais sólidos.

- O Santos está jogando muito bem, mas enfrentou o São Paulo no Morumbi (vitória por 3 a 2) e sofreu um gol de empate com um jogador a mais. Conseguiu um gol aos 44, 45 do segundo tempo. Cada jogo é um jogo. É gostoso ver o Santos jogar, mas eles têm um meia, o Marquinhos, de segundo volante. Temos que ver contra um time mais pesado, com dois meias como Leandro e Douglas, se consegue agüentar – disse o treinador gremista.

O centroavante Borges elogia o Santos. Mas alerta: se o time treinado por Dorival Júnior se empolgar além da conta, pode cair do cavalo.

Por: Alexandre Alliatti

veja também