MENU

Pouco aproveitado, Kleberson vira espectador na seleção brasileira

Pouco aproveitado, Kleberson vira espectador na seleção brasileira

Atualizado: Quinta-feira, 10 Junho de 2010 as 9:05

  Os dois amistosos da seleção brasileira aparentemente serviram para algo mais do que apenas testar a equipe antes da estreia na Copa do Mundo. Os confrontos contra Zimbábue e a Tanzânia deram a impressão de que um jogador dificilmente pisará nos gramados sul-africanos durante o Mundial: Kleberson.

O volante foi o único dos 20 atletas de linha que não participou um minuto sequer em alguma das partidas. As substituições contra a Tanzânia também demonstram que ele deve ser mesmo a última opção de Dunga. Josué entrou no lugar de Gilberto Silva, sendo o primeiro cabeça de área do técnico no banco. E Kleberson não entrou no lugar nem de Felipe Melo, o outro volante do time, já que o treinador optou por Ramires, a quem considera meia, mudando o esquema de jogo.

Além disso, o retrospecto do jogador na seleção sob o comando de Dunga é, no mínimo, econômico. Ele entrou em campo apenas quatro vezes, sendo que na maioria delas nos minutos finais. Em 2009, ingressou no jogo aos 39 minutos da segunda etapa na vitória por 3 a 0 sobre a Itália na Copa das Confederações, realizada na África do Sul.

Na semifinal da mesma competição, no triunfo por 1 a 0 sobre a África do Sul, ele entrou na partida aos 46 minutos do segundo tempo. Por fim, também em 2009, o volante pisou o gramado somente aos 39 minutos da etapa final na vitória por 2 a 1 sobre o Paraguai, pelas eliminatórias da Copa. 

Quando começou como titular, não deu sorte e sofreu uma luxação no ombro direito, aos 36 minutos de partida contra a Estônia. Foi a última vez que atuou pela seleção, no dia 12 de agosto de 2009. Somadas as suas participações, ele jogou apenas 55 minutos com Dunga, levando em conta  os acréscimos de tempo dos juízes.

Postado por: Cristiano Bitencourt

veja também