MENU

Premiação de Domenech e dos jogadores da seleção causa polêmica na França

Premiação de Domenech e dos jogadores da seleção causa polêmica na França

Atualizado: Segunda-feira, 14 Dezembro de 2009 as 12

Depois de garantir vaga para a Copa do Mundo de 2010 com um gol irregular (no qual Thierry Henry usou a mão para ajeitar a bola), a seleção da França vive uma nova polêmica nesta semana, que agora diz respeito aos prêmios pagos aos jogadores e ao técnico, Raymond Domenech, esta figura aí ao lado.

A polêmica começou no início da semana, quando o jornal Le Monde publicou um documento privado enviado pela Federação Francesa de Futebol (FFF) a dirigentes de clube amadores, presidentes de clubes profissionais e aos membros de seu conselho. No documento de nove páginas, a FFF detalha os ganhos dos jogadores da seleção e de Domenech na campanha das Eliminatórias da Copa do Mundo.

A federação resolveu fazer o levantamento depois que a revista France Football publicou a informação de que Domenech havia recebido ? 862 mil como prêmio pela classificação. Segundo os dados do documento obtido pelo Le Monde, Domenech e os jogadores recebem prêmios fixos por jogo (10 mil euros), seja amistoso ou classificatório. Se o amistoso for contra uma equipe do Top 10 do ranking da Fifa, há um prêmio extra de ? 9 mil por um empate e de ? 18 mil por uma vitória. Soma-se a isto uma premiação que varia de ? 100.000 a ? 240.000, dependendo do número de jogos, pela classificação para a Copa do Mundo, e os direitos de imagem repassados ao técnico e aos jogadores. Domenech recebeu, somando seu salário mais os prêmios, ? 826 mil pela classificação, enquanto um jogador que atuasse em todas as partidas receberia, no máximo, ? 536 mil euros.

Os números causaram indignação na opinião pública francesa, especialmente porque o país ainda sofre com os efeitos da crise econômica global. Jean-Louis Valentin, diretor executivo da FFF, disse segundo o L'Equipe, que se sente ''chocado como cidadão'', mas que os prêmios são ''razoáveis'' pela média do que se paga no futebol europeu.

No blog Sport Biz, do Le Monde, Gilles Dumas e Loic Yviquel lembram que os prêmios podem ser altos, mas que Domenech é apenas o 19° técnico mais bem pago da Copa segundo um levantamento publicado pelo jornal argentino Olé.

O que parece é que há uma má vontade com Domenech na França. O treinador é antipático e esquisito. Ele não gosta de convocar jogadores do signo de Escorpião e diz que não escala mais de um defensor do signo de Leão em cada jogo. Para piorar, a França vem jogando muito mal, perdeu a vaga direta para a Sérvia e só conseguiu ir para a Copa do Mundo com o famigerado gol irregular criado por Henry. Domenech, pelo menos, tem experiência. Em 2006, levou a França, que não estava entre as favoritas, para a final da Copa. O detalhe é que, na Alemanha, ele tinha Zinedine Zidane do elenco, e agora terá que se virar com jogadores que não se comparam a Zizou.

veja também