Preocupado com desfalques, Muricy fala até em pedir mais um adiamento

Preocupado com desfalques, Muricy fala até em pedir mais um adiamento

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:29

Muricy reclama dos desfalques santistas

(Foto: Marcos Ribolli/ GLOBOESPORTE.COM)

  O jogo contra o Botafogo, pela segunda rodada do returno do Brasileirão, é só no próximo domingo, na Vila Belmiro. Antes, o Santos enfrenta o Internacional, em Porto Alegre. Mas o técnico santista Muricy Ramalho já prevê muitas dificuldades para achar 11 jogadores para colocar em campo contra os cariocas. Cogita até um pedido de adiamento. No entanto, a solicitação deveria ter sido feita com, pelo menos, dez dias de antecedência. Faltam apenas seis para a partida.

Contra o Bota, o Santos não terá o atacante Neymar, o meia Paulo Henrique Ganso e o lateral-direito Danilo, todos convocados para defender a Seleção Brasileira em amistoso contra Gana, dia 5, em Londres. Eles participam do jogo contra o Internacional, quarta-feira, e se apresentam no dia seguinte ao técnico Mano Menezes. Além disso, o Peixe tem jogadores lesionados (Arouca, Ibson e Elano) e pendurados (Adriano, Arouca, Danilo, Durval, Henrique, Neymar e Pará).

- Dependendo do que acontecer contra o Inter, não vamos ter jogador para colocar em campo contra o Botafogo. Como temos três jogadores na Seleção, acho que seria o caso de adiar. É a minha opinião - afirma o treinador.     A diretoria santista já conseguiu adiamentos neste Brasileirão. No entanto, eram mais atletas servindo à CBF: Neymar, Elano e Ganso estavam com a Seleção principal na disputa da Copa América; Danilo e Felipe Anderson defendiam a equipe sub-20, que se preparava para o Mundial da categoria.

Na ocasião, o pedido alvinegro foi atendido e os jogos contra Fluminense e Grêmio foram adiados. As partidas contra Corinthians e América-MG também tiveram suas datas alteradas, mas porque o Peixe estava envolvido nas finais da Taça Libertadores. Apenas o confronto contra o Grêmio ainda não foi disputado. Válido pela 11ª rodada, está marcado para o dia 5 de outubro, no estádio Olímpico, em Porto Alegre.

Muricy afirma que seu time vem em ascensão no campeonato, após um início preocupante. No entanto, explica que só dá para consolidar uma recuperação repetindo escalações.

- O problema é que não estamos conseguindo usar o mesmo time em jogos seguidos. Toda hora tenho de mudar alguma coisa e isso dificulta muito o trabalho. É lesão, cartão, jogador convocado. É por isso que eu digo sempre que temos de ter um plantel maior - observa.            

Siga-nos

Mais do Guiame