MENU

Preparador celebra 'tempo legal' para ter Adriano na estreia no Brasileirão

Preparador celebra 'tempo legal' para ter Adriano na estreia no Brasileirão

Atualizado: Quarta-feira, 30 Março de 2011 as 10:35

Adriano pode se preparar para suar a camisa assim que desembarcar no Corinthians. Eduardo Silva, preparador físico do Timão, aguarda ansiosamente pela chegada do Imperador tendo em mãos uma missão: colocá-lo em condições de estrear pelo Alvinegro já na abertura do Campeonato Brasileiro, contra o Grêmio, dia 22 de maio, no Olímpico, em Porto Alegre. Tempo não faltará.

- Temos um tempo legal para colocarmos o Adriano em forma, mas precisamos aguardar a chegada dele para dizer se poderá jogar contra o Grêmio. Vamos fazer uma avaliação para ver quais são as condições – afirmou.

Adriano ainda não teve contato com a comissão técnica do Corinthians, o que acontecerá ainda nesta semana. Antes de ser apresentado oficialmente, o jogador passará por uma bateria de exames cardiológicos e testes físicos para detectar quanto tempo precisará para estar apto a ir a campo.

O Imperador não atua desde o dia 19 de janeiro, quando lesionou o ombro direito jogando pelo Roma-ITA. Seis dias depois, foi operado no Rio de Janeiro. Recentemente, o próprio atleta reconheceu que está acima do peso, já que vem fazendo apenas fisioterapia. A recomendação

é para evitar muitos movimentos para não comprometer o local lesionado. - Eu não vi o Adriano, nem pela televisão. Não temos muitas informações. É normal um jogador operado ficar fora de um padrão, acima do peso ou sem força. É preciso ter cuidado por causa dos movimentos do ombro. Primeiro, temos que pensar nesse problema médico – ressaltou.

O projeto para colocar o centroavante em forma ainda demorará algumas semanas para ser executado. O jogador continuará a fisioterapia no Rio de Janeiro e só passará a treinar em São Paulo no fim de abril. A partir disso será uma corrida contra o tempo para poder atuar na abertura do Brasileirão.

- O Adriano é um jogador longilíneo. Olhamos para ele e vemos um jogador forte, mas precisamos ver o quanto disso é de um porte atlético – lembrou Dudu.

O preparador físico, aliás, espera que Adriano corresponda aos elogios que recebeu de outros profissionais da área. Segundo ele, o atleta foi bem recomendado pela aplicação nas atividades sem bola.

- Conversei com outros profissionais, como Carlinhos Neves e Moracy Sant’Anna, que falaram muito bem da conduta dele e do carisma – completou.      

veja também