MENU

Presidente do Santos nega que Neymar esteja acertado com Real

Presidente do Santos nega que Neymar esteja acertado com Real

Atualizado: Quinta-feira, 3 Novembro de 2011 as 11:09

Presidente do Santos voltou a negar que Neymar vá

sair (Foto: Richard Souza/Globoesporte.com) A novela sobre uma possível venda de Neymar para o Real Madrid ganhou mais um capítulo nesta quinta-feira. Em declarações à emissora de rádio "RAC1", da Catalunha, o presidente do Santos, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, voltou a negar que o jogador, um dos 23 indicados pela Fifa ao prêmio de melhor do mundo de 2011 , já esteja negociado com o clube merengue.

- Não há nenhum acordo com o Real. Continuamos com a intenção de ficar com Neymar por mais tempo. Eles ofereceram números próximos à cláusula de rescisão, mas não somos uma sociedade comercial. Ao Santos não interessa o dinheiro, e sim o craque - comentou o dirigente.

O presidente do Santos disse afirmou ainda que Neymar "pode ser melhor que Messi" mais cedo do que se espera.

Santos quer renovar com atacante além do contrato atual, até 2015 (Foto: Miguel Schincariol / Ag. Estado) Na quarta-feira, o jornal espanhol "El Confidencial" publicou que o Real Madrid enviou o diretor esportivo Miguel Pardeza e o advogado Javier López Farré a São Paulo para fechar o contrato do craque santista com o clube merengue.

De acordo com a reportagem, o Real chegou a um acordo com o Santos para ter Neymar depois das Olimpíadas de 2012 e pagará € 56 milhões (R$ 132 milhões). A viagem do diretor e do advogado seria o primeiro passo para a concretizar a negociação.

Luis Alvaro de Oliveira reconheceu sentir "uma simpatia muito grande pelo Barcelona", mas fez questão de ressaltar que isso não influenciará na hora de decidir para onde ele irá - isso se a negociação for concretizada mesmo, já que o próprio dirigente fala em renovação.

- Não há interesse em vendê-lo por valor algum, e sua renovação também é possível. Ele tem contrato até 2015, mas estamos dispostos a melhorar as condições. Estamos abertos à vontade do jogador - disse.          

veja também