MENU

Presidente do Santos quer manter Neymar e Ganso até 2015

Presidente do Santos quer manter Neymar e Ganso até 2015

Atualizado: Quinta-feira, 23 Junho de 2011 as 5:09

Um dia após a conquista da Taça Libertadores, a dúvida dos torcedores do Santos é se Neymar e Paulo Henrique Ganso permanecerão na equipe. Para acalmar a todos, o presidente do Peixe, Luis Alvaro de Oliveira, afirmou nesta quinta-feira que, por ele, os craques ficam até o final de seus contratos.

- O pensamento é manter até o fim do contrato, em 2015, por uma questão meramente econômica, já que os direitos econômicos serão todos deles. O Neymar terá 23 anos e será dono de seus direitos econômicos. Enquanto isso ganham um salário europeu - revelou o presidente santista, ao participar do programa " Arena SporTV ".

Com quatro clubes europeus interessados em Neymar -entre eles o Chelsea e o Real Madrid, como divulgou durante o programa-, o dirigente afirmou que o Santos não é uma instituição que visa o lucro, apesar de precisar do dinheiro para manter uma equipe competitiva e pagar bem os seus jogadores. De acordo com Luis Alvaro, o objetivo do clube é conquistar mais títulos, por isso não aceita proposta por Neymar e Ganso e que só irá liberar os jogadores caso algum clube pague a multa rescisória.

Propostas do Real Madrid e Chelsea

Mesmo com alguns jornais europeus dando como certa a contratação de Neymar pelo Real Madrid, o presidente do Alvinegro Praiano garantiu que não recebeu nenhuma proposta oficial.

- Não tem acerto nenhum, quem decide é o Neymar, que está feliz como um passarinho - destacou o presidente em referência à possível transferência com o Real Madrid.

Em referência à sondagem do Chelsea que Neymar recebeu no último ano, Luis Alvaro contou que notificou a Fifa e que, em uma reunião que teve com o presidente do clube inglês nos Estados Unidos, foi enfático e não quis nem ouvir o que os ingleses tinham para oferecer.

Por fim, alegrou a todos os torcedores santistas e garantiu que Neymar e Paulo Henrique Ganso

estarão presentes no Mundial de Clubes que será disputado em dezembro, no Japão.        

veja também