MENU

Presidente Zezé Perrella vai à Toca exigir reação imediata do Cruzeiro

Presidente Zezé Perrella vai à Toca exigir reação imediata do Cruzeiro

Atualizado: Quarta-feira, 14 Setembro de 2011 as 4:24

Segundo Gilvan Pinho Tavares, Perrella vai à Toca

cobrar reação do time (Foto: Globoesporte.com)

  De candidato ao título de campeão brasileiro a time preocupado em não entrar na zona de rebaixamento. O Cruzeiro hoje é o 14º colocado na tabela, com apenas quatro pontos a mais que o Bahia, primeiro integrante do Z-4 e a nove do Fluminense, que integra o grupo que, hoje, teria vaga assegurada na Libertadores.

As cobranças já começaram e vão ficar ainda mais duras com a visita do presidente Zezé Perrella à Toca da Raposa II, programada para a próxima sexta-feira. O vice-presidente jurídico do clube, Gilvan de Pinho Tavares, foi quem informou a respeito da reunião, durante inauguração na nova sala de imprensa do centro de treinamentos do Cruzeiro.

Tavares, que é pré-candidato à presidência do Cruzeiro, apoiado pela situação, nas eleições que ocorrem no fim do ano, acredita que após a conversa, 'tudo vai mudar no Cruzeiro'. O vice-jurídico comentou que tem conversado 'de três a quatro vezes por dia' com Zezé Perrella, que está em Brasília, onde exerce o cargo de senador - ele assumiu em julho, na vaga deixada pelo falecido Itamar Franco.

Campanha

O Cruzeiro tem apenas 40,6% de aproveitamento. Em 23 rodadas, acumulou 28 pontos: venceu oito partidas, empatou quatro e perdeu 11. Desde o último jogo do primeiro turno, o clássico contra o Atlético-MG (vitória celeste por 2 a 1), a equipe não sai de campo com a vitória. De lá para cá, foram três derrotas e um empate.

Na última rodada, a Raposa perdeu para o Santos por 1 a 0. Um jogo antes, tinha sido derrotada pelo Fluminense, em Uberlândia, por 2 a 1. O Cruzeiro só ganhou um ponto no returno. Foi no empate com o Palmeiras em 1 a 1, em São Paulo. Antes disso, o time celeste perdeu para o Figueirense por 4 a 2, no Ipatingão.

Na virada do turno, o Cruzeiro estava na 11ª colocação e com os resultados da segunda fase da competição caiu três posições. No domingo que vem, o time comandado por Emerson Ávila enfrenta o lanterna América-MG, no clássico mineiro da 24ª rodada do Brasileirão.          

veja também