MENU

Pressionado e sob olhar de Muricy, Santos precisa vencer o Colo Colo

Pressionado e sob olhar de Muricy, Santos precisa vencer o Colo Colo

Atualizado: Quarta-feira, 6 Abril de 2011 as 9:45

Foram três jogos marcando passo. Duas empates, uma derrota e apenas dois pontos conquistados. Uma participação pífia para quem vinha sendo considerado favorito ao título da Taça Libertadores. Agora, com a corda no pescoço, o Santos disputa nesta quarta-feira, às 21h50m (horário de Brasília) contra o Colo Colo-CHI, na Vila Belmiro, seu jogo mais importante do ano - até o momento. Se voltar a tropeçar, e o Cerro vencer o Deportivo Tachira-VEN, também nesta quarta, o Peixe não dependerá mais de suas próprias forças para avançar às oitavas de final da competição.  

Para não precisar se preocupar com calculadora e com outros jogos, o Peixe tem de vencer os três jogos que lhe restam. O Colo Colo lidera o Grupo 5 com seis pontos. O Cerro Porteño-PAR tem cinco. O Peixe e Deportivo Táchira-VEN têm dois. O Alvinegro Praiano pode ir a 11 pontos se vencer todos os jogos. Aí, garante ao menos a segunda vaga.

Muricy Ramalho, novo técnico santista, ainda não estará no banco de reservas. Ele assinou com o Peixe na última terça-feira e ficará no camarote ao lado do presidente do clube, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro. Antes da partida, o técnico vai ao vestiário para conversar com os jogadores. Marcelo Martelotte comanda a equipe.

O GLOBOESPORTE.COM acompanha todos os lances da partida em Tempo Real, com vídeos exclusivos. O SporTV 2 transmite ao vivo para todo o Brasil, inclusive para a Baixada Santista. O trio de arbitragem será uruguaio. Roberto Silvera apita a partida, auxiliado por Maurício Espinosa e Marcelo Costa.

Santos : o técnico interino Marcelo Martelotte não faz mistério. Mandará a campo o mesmo time que iniciou o clássico contra o Palmeiras, domingo passado, na Vila Belmiro, pelo Paulistão. O Peixe perdeu por 1 a 0, mas o treinador considerou que a equipe jogou bem. O treinador segue sem com o lateral-direito Jonathan, o volante Arouca, o zagueiro Bruno Rodrigo e o atacante Diogo, todos machucados. Desses, somente os dois primeiros costumam ser titulares. A escalação é a seguinte: Rafael, Pará, Edu Dracena, Durval e Léo; Adriano, Danilo, Elano e Paulo Henrique Ganso; Neymar e Zé Eduardo.

Colo Colo : Jogador mais perigoso da equipe chilena, o atacante Paredes, machucado, nem veio para Santos, assim como o volante Rodrigo Millar, que também está lesionado. Paredes infernizou a zaga alvinegra no primeiro jogo entre as duas equipes, disputado no dia 16 de março. Marcou o primeiro gol da vitória por 3 a 2. Já o outro atacante da equipe, Miralles, sente dores musculares, mas vai jogar. O técnico Américo Gallego fez treino secreto no CT Rei Pelé, na última terça-feira, e não confirmou o time. Escalação provável: Francisco Prieto, Cristián Magaña, Andrés Scotti e Nelson Cabrera; Paulo Magalhaes, José Luis Cabión, José Domingo Salcedo e Patricio Jerez; Lucas Wilchez e Cristóbal Jorquera; Ezequiel Miralles.

Santos: Paulo Henrique Ganso foi hostilizado por torcedores no último domingo. Após derrota por 1 a 0 para o Palmeiras, na Vila Belmiro, o camisa 10, que ainda não entrou em acordo com o clube sobre sua renovação de contrato, foi chamado de "mercenário". Nesta quarta, tem a chance de calar os descontentes.

Colo Colo: Sem Paredes, Ezequiel Miralles passa a ser o único atacante em campo. Alto e goleador, marcou o segundo gol da vitória de sua equipe sobre o Peixe, no dia 16 de março. É o jogador a ser vigiado.

Elano, meia do Santos : "Agora não tem jeito. Temos de vencer os três jogos que nos restam para não dependermos de outros resultados. É decisão e precisamos da Vila Belmiro lotada, com a torcida do nosso lado."   Castillo, goleiro do Colo Colo: "Pela nossa situação no grupo, o empate é um bom resultado, mas é claro que queremos repetir a atuação do primeiro jogo contra o Santos"

* Esse é apenas o segundo confronto entre as duas equipes pela Taça Libertadores. O primeiro foi o do último dia 16 de março, em Santiago, vitória chilena por 3 a 2. Gols de Elano e Neymar (Santos), Paredes, Miralles e Scotti (Colo Colo).

* O Santos disputa pela 11ª vez a Taça Libertadores. O Peixe participou 1962 (campeão); 63 (campeão); 64 (eliminado nas semifinais pelo Independiente-ARG); 65 (eliminado pelo Peñarol-URU, nas semifinais); 84 (eliminado na 1º fase); 2003 (vice-campeão); 2004 (eliminado pelo Once Caldas-COL nas quartas de final); 2005 (eliminado pelo Atlético/PR nas 4º de final); 2007 (eliminado pelo Grêmio nas semifinais) e 2008 (eliminado pelo América do México nas quartas).

*  O Colo Colo participa este ano pela 29ª vez da Taça Libertadores da América. Campeão em 1991, o Cacique é a sexta equipe que mais vezes disputou a competição sul-americana, atrás apenas de Peñarol e Nacional-URU, Olímpia-PAR e Cerro Porteño-PAR e River Plate da Argentina.

  No último confronto entre as duas equipes, há 21 dias, em Santiago, o Santos saiu na frente com uma bomba de Elano, mas acabou levando a virada em apenas 15 minutos .      

veja também