MENU

Prestes a ganhar uma chance, Casemiro evita polemizar com Leão

Prestes a ganhar uma chance, Casemiro evita polemizar com Leão

Atualizado: Sexta-feira, 18 Novembro de 2011 as 11:23

Tratado como “peça rara” pela diretoria do São Paulo, o volante Casemiro está sofrendo nas mãos do técnico Emerson Leão para recuperar o seu espaço no clube. Barrado ainda na época de Adilson Batista, o meio-campista será titular no duelo deste sábado, contra o América-MG, no Morumbi, por falta de opção, já que Wellington e Denilson estão suspensos, e Rodrigo Caio e Carlinhos Paraíba, machucados.

Casemiro perdeu espaço no São Paulo após brilhar no primeiro semestre (Foto: Luiz Pires/VIPCOMM) Na chegada de Leão, a ordem do presidente Juvenal Juvêncio foi clara: ele deveria chegar junto em alguns atletas que estão “deslumbrados”. Casemiro é o caso que mais preocupa, já que o atleta tem grande potencial, despertou a atenção de times da Europa e, após ter recebido o aumento salarial que tanto pediu, caiu de desempenho. No dia de sua apresentação no Tricolor, Leão já chamou Casemiro para uma conversa e pediu que o atleta guardasse os dois brincos que usava em cada orelha. Depois, o manteve no banco de reservas durante todas as partidas que comandou. Para completar, na derrota por 1 a 0 para o Atlético-PR, Leão sacou o jogador no segundo tempo depois de o ter colocado em campo aos 20 da etapa inicial, na vaga de Carlinhos Paraíba, que se machucou - quando precisou colocar um time mais ofensivo, Leão sacou o garoto para colocar Rivaldo.

No desembarque da delegação são-paulina na última quinta-feira, Casemiro preferiu não polemizar com o treinador, até porque finalmente ganhará uma chance como titular.

– Eu me sinto triste, mas normal. Quem manda é ele (Leão), ele sabe o que faz. Estou à disposição, vamos trabalhar para ser titular. É a primeira vez que acontece, sempre tem a primeira vez. É preciso ter paciência – disse o meio-campista.          

veja também