MENU

Professoras "matam" aula por Kaká, o preferido, e pela seleção, a favorita

Professoras "matam" aula por Kaká, o preferido, e pela seleção, a favorita

Atualizado: Sexta-feira, 28 Maio de 2010 as 9:43

As crianças ficaram na sala de aula, mas os professores... Na manhã desta sexta-feira, em Joanesburgo, na África do Sul, vários funcionários da Randburg High School, palco do treinamento da seleção brasileira, deixaram seus afazeres de lado por um instante para terem o privilégio de ver de perto os atletas do Brasil.

Embora no bairro de Randburg o rúgbi lidere como o esporte preferido da população, a presença dos craques de Dunga mudou o ambiente. Mas não para Sandra de Bruin, professora de Biologia na escola. Empolgada, ela se autodenomina uma “grande fã de futebol”.

- Eu prefiro o futebol, eu sou uma grande fã de esporte. Estou muito, muito empolgada em ter o time do Brasil aqui. Eu gostaria de ver o Kaká, nós gostamos muito dele. As crianças não estão aqui hoje, mas elas vão ter a oportunidade de ver ao menos um treino da seleção – disse Sandra.

Ao seu lado, debaixo de uma proteção de madeira para evitar o sol, estavam duas professoras de música: Riekie Bezuidenhout e Sarie Jacobs. Elas também adoram futebol. Por conta da Copa do Mundo e também da presença ilustre da seleção brasileira na Randburg High School, as crianças só falam disso nos corredores.

- Elas estão realmente empolgadas. Elas jogam futebol entre as aulas, falam de futebol, pensam em futebol. Nós tivemos um “Grande Dia do Futebol”, fizemos um desfile com todas as crianças. Com certeza o primeiro time deles são os Bafana Bafana (seleção da África do Sul), mas o segundo é o Brasil – completou Sandra. 28/05/2010 06h11 - Atualizado em 28/05/2010 06h24

Professoras ‘matam’ aula por Kaká, o preferido, e pela seleção, a favorita Funcionários da Randburg High School, local onde a seleção treinou na manhã desta sexta-feira, puderam ver os jogadores de camarote Por Daniel Lessa, Leandro Canônico e Thiago Correia Direto de Joanesburgo, África do Sul

imprimir As crianças tiveram um Grande Dia do Futebol. Fizemos até um desfile" Sandra de Bruin As crianças ficaram na sala de aula, mas os professores... Na manhã desta sexta-feira, em Joanesburgo, na África do Sul, vários funcionários da Randburg High School, palco do treinamento da seleção brasileira, deixaram seus afazeres de lado por um instante para terem o privilégio de ver de perto os atletas do Brasil.

Embora no bairro de Randburg o rúgbi lidere como o esporte preferido da população, a presença dos craques de Dunga mudou o ambiente. Mas não para Sandra de Bruin, professora de Biologia na escola. Empolgada, ela se autodenomina uma “grande fã de futebol”.

- Eu prefiro o futebol, eu sou uma grande fã de esporte. Estou muito, muito empolgada em ter o time do Brasil aqui. Eu gostaria de ver o Kaká, nós gostamos muito dele. As crianças não estão aqui hoje, mas elas vão ter a oportunidade de ver ao menos um treino da seleção – disse Sandra.

Ao seu lado, debaixo de uma proteção de madeira para evitar o sol, estavam duas professoras de música: Riekie Bezuidenhout e Sarie Jacobs. Elas também adoram futebol. Por conta da Copa do Mundo e também da presença ilustre da seleção brasileira na Randburg High School, as crianças só falam disso nos corredores.

- Elas estão realmente empolgadas. Elas jogam futebol entre as aulas, falam de futebol, pensam em futebol. Nós tivemos um “Grande Dia do Futebol”, fizemos um desfile com todas as crianças. Com certeza o primeiro time deles são os Bafana Bafana (seleção da África do Sul), mas o segundo é o Brasil – completou Sandra.

Verde e amarelo dominam

Um pouco mais adiante, debaixo do sol da qual as professoras fugiam, estava outro grupo de funcionários da Randburg High School. Vestidos com camisas da seleção sul-africana e também da brasileira eles falaram da admiração por Kaká.  Vim ver o Brasil, por isso estou vestindo a camisa do Brasil. É uma experiência única ter brasileiros aqui. É fantástico. O Kaká é meu jogador favorito – falou a professora Sanet Vogt, que estava com as cinco estrelas do penta. Trajado com uma camiseta dos Bafana Bafana, o motorista da escola também deu um tempo no trabalho para ver de perto Kaká e Cia.

- Estou muito feliz em ter o Brasil aqui. O Brasil vai vencer a Copa certamente com o Mister Kaká – disse, rindo, o motorista Enock Malaza.

O treinamento da seleção brasileira na Randburg High School durou aproximadamente duas horas. À tarde eles voltam a trabalhar.  

veja também