MENU

Promessas de Fla, Flu, Bota e Vasco falam sobre o futuro no futebol

Promessas de Fla, Flu, Bota e Vasco falam sobre o futuro no futebol

Atualizado: Terça-feira, 17 Maio de 2011 as 3:54

Ainda não é possível prever o futuro, mas quatro jovens prometem dar o que falar no futebol brasileiro. Adryan, do Flamengo, Guilherme (Vasco), Sidnei (Botafogo) e Wallace (Fluminense) chamam a atenção nas categorias de base dos grandes clubes do Rio. Por isso, eles foram convidados para participar do quadro Papo de Carioquinha. Os quatro jovens nasceram em 1994, sob a benção do tetracampeonato da Seleção Brasileira, mas acompanham de perto mesmo é a geração de Neymar e Ganso, do Santos, e Lucas, do São Paulo.

Pode ser que vocês não tenham ouvido falar neles, porém os garotos devem experimentar o estrelato em breve. Guilherme teve 15 minutos de fama durante o Campeonato Sul-Americano sub-17 depois de marcar um golaço na final da competição.

- Foi bom, foi bonito. Todo mundo pergunta se eu quis fazer aquilo mesmo. Eu quis chutar mesmo, só não vi o goleiro adiantado - garantiu o vascaíno, que disse ser humilde e atua do meio para frente.

Falamos de uma geração antenada, que balança a rede e exibe os gols para os amigos através da internet. Guilherme tem 17 anos. Assim como o volante Sidnei, do Botafogo, e o lateral-direito Wallace, do Fluminense. Todos ainda carregam aqueles sonhos de menino.

- Sou torcedor do Botafogo. Amo o Botafogo. Meu sonho é ser profissional. Estar aqui no Engenhão e decidir um título para o Botafogo - afirmou Sidney.

Apesar da pouca idade, Wallace cobra falta como gente grande.

- Eu estou no Flu desde pequeno, é um sonho. Desde os oito anos, desde o pré-mirim. Então quero explodir aqui para depois ir lá para fora - disse o menino, que teve parte dos direitos cedidos ao Chelsea depois da negociação com Deco.

Todos são tratados como jóias nos clubes, mas não tem moleza no dia a dia.

- Tem a questão psicológica. O jogador tem que ter cabeça. Não adianta só jogar dentro de campo - alertou Guilherme.

Quatro nomes para lembrarmos: Adryan, Guilherme, Sidnei e Wallace. Em um futuro não tão distante, eles podem brilhar num estádio perto de você.        

veja também